Covid-19

Maranhão tem a menor proporção de médicos por habitantes do Brasil

Segundo pesquisa do IBGE, o Estado tem uma taxa de 81 profissionais por 100 mil habitantes.
Imirante.com, com informações da TV Mirante13/05/2020 às 16h00
Maranhão tem a menor proporção de médicos por habitantes do BrasilAinda segundo dados da pesquisa do IBGE, o Maranhão aparece nas últimas colocações em todos os quesitos apresentados na pesquisa. (Foto: Reprodução)

MARANHÃO - Pesquisa realizada pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) mostrou que o Maranhão é o Estado que apresenta a menor proporção de médicos por 100 mil habitantes. No estudo há, também, dados referentes a distribuição de leitos de unidades de terapia intensiva (UTIs), a média de respiradores e enfermeiros por unidades da federação.

Ainda segundo dados da pesquisa do IBGE, o Maranhão aparece nas últimas colocações em todos os quesitos apresentados. Os dados são de 2019, e foram realizados em parceria com a Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), para contribuir com as ações de enfrentamento à Covid-19.

No levantamento o Maranhão aparece em último lugar quanto a proporção de médicos em relação à população em geral. O Estado tem uma taxa de 81 profissionais por 100 mil habitantes, segundo a pesquisa. Em segundo lugar vem o Estado do Pará com 85 por 100 mil habitantes.

A pesquisa aponta, ainda, que os Estados com menos médicos estavam concentrados justamente no Norte e no Nordeste.

Leitos

No quesito relação de leitos de UTIs, o Maranhão ocupa as últimas colocações no ranking do país. O Estado, segundo a pesquisa, possue apenas 8 leitos para cada 100 mil habitantes. Isso deixa o Maranhão na antepenúltima posição, junto com o Tocatins e Pará.

O Maranhão só aparece à frente dos Estados do Acre, na penúltima posição com cinco leitos, e Roraima, em último lugar, com apenas quatro leitos de UTI para cada 100 mil habitantes.

Veja a entrevista no Globoplay

Leia outras notícias em Imirante.com. Siga, também, o Imirante no Twitter, Instagram, curta nossa página no Facebook e se inscreva no nosso canal no Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do WhatsApp pelo telefone (98) 99209-2383.

© 2019 - Todos os direitos reservados.