No Nordeste

Vírus causador de bronquiolites em bebês está em circulação

A imunização para prematuros é fornecida pelo SUS.
Imirante.com, com informações da assessoria 13/02/2019 às 11h42
Vírus causador de bronquiolites em bebês está em circulação O VSR é a principal causa de bronquiolites em bebês até 2 anos. (Foto: reprodução)

MARANHÃO - O Vírus Sincicial Respiratório (VSR) é um vírus de caráter sazonal (circula em determinadas épocas do ano); no Norte e Nordeste coincide com a temporada das chuvas. O VSR é a principal causa de bronquiolites em bebês até 2 anos.

Em bebês saudáveis, a infecção pelo VSR pode apresentar sintomas semelhantes a uma gripe forte; em bebês prematuros ou nascidos com cardiopatias, é uma das principais causas de reospitalizações frequentes (em alguns casos, pode ser fatal), podendo resultar problemas respiratórios por longo período (até 10-12 anos de idade).

Não há tratamento para infecção por VSR– somente para controle dos sintomas – mas pode ser prevenido. O contágio é pelo ar, ou por objetos e superfícies que possam estar contaminadas (como de brinquedos, maçanetas de portas). Para bebês prematuros (ou nascidos com algum tipo de cardiopatia), a Sociedade Brasileira de Pediatria e a Sociedade Brasileira de Imunização recomendam a imunização preventiva, por anticorpo, disponível pelo SUS e também incluído no rol de procedimentos da ANS (Agência Nacional de Saúde Suplementar) em planos de saúde.

Veja o calendário de imunizações para prematuros no site. Segundo Dr. Renato Kfouri, da Comissão de Imunizações da Sociedade Brasileira de Pediatria, “os bebês de risco nascidos nos meses que antecedem a estação do pico de circulação do VSR também devem ser imunizados, assim que se inicia a estação, assim como aqueles nascidos durante o maior período de circulação do vírus”.

A bronquiolite é uma infecção nos bronquíolos, ramificações dos brônquios que levam oxigênio aos pulmões. A infecção provocada pelo VSR causa excesso de muco e estreitamento nesses bronquíolos, comprometendo a absorção de oxigênio. Entre os sintomas, o bebê fica com dificuldade para respirar e falta de ar.

Depois da bronquiolite instalada, existem somente medidas paliativas para alívio dos sintomas bronquiolite e pneumonia são as principais infecções causadas pelo VSR.

Outras medidas profiláticas:

Lavar sempre as mãos antes de pegar/tocar nos bebês
Evitar o contato de bebês com crianças e adultos com sintomas de “resfriado”
Manter brinquedos e outras superfícies sempre limpas
Evitar locais fechados e contato do bebê com fumantes.

Leia outras notícias em Imirante.com. Siga, também, o Imirante no Twitter, Instagram, curta nossa página no Facebook e se inscreva no nosso canal no Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do WhatsApp pelo telefone (98) 99209-2383.

© 2019 - Todos os direitos reservados.