Ato público

Manifestantes protestam contra ordem de prisão do ex-presidente Lula em São Luís

Líderes partidários e sindicalistas discursaram a favor de Lula na Avenida Beira-Mar.
Imirante.com06/04/2018 às 21h00
Manifestantes protestam contra ordem de prisão do ex-presidente Lula em São LuísDe Jesus / O ESTADO

SÃO LUÍS - Partidos políticos, centrais sindicais, movimentos sociais e estudantis realizaram uma manifestação na tarde desta sexta-feira (6), na Avenida Beira-Mar, em São Luís, contra a prisão do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, decretada pelo juiz Sérgio Moro na quinta-feira (5). Reunidos na praça Joãosinho Trinta, líderes partidários e sindicalistas discursaram a favor de Lula e criticaram a decisão de Moro.

De acordo com a Polícia Militar, aproximadamente 100 pessoas estavam reunidas na manifestação na Beira-Mar, mas a organização do protesto aponta que pelo menos 300 pessoas participaram do ato na praça Joãozinho Trinta. Como a manifestação foi pacífica, os policiais acompanharam tudo à distância, e o trânsito foi interditado temporariamente no início da noite, quando os manifestantes ocuparam a ponte José Sarney. O local foi liberado às 19h.

Protestos

Em mais de 50 cidades de todas as regiões do Brasil, centrais sindicais, movimentos sociais, estudantes e apoiadores do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva promoveram manifestações hoje (6) contra a ordem de prisão dele, decretada pelo juiz Sérgio Moro, da Justiça Federal do Paraná, de acordo Moro deu a Lula o prazo até as 17h de hoje para o político se entregar.

Nas manifestações, os ativistas criticaram a condenação de Lula e questionaram o juiz Sérgio Moro, responsável pelo caso na 1ª instância e pelo pedido de prisão do ex-presidente, bem como outros membros de cortes onde o processo foi analisado, como o Supremo Tribunal Federal. A casa da presidente da Corte, ministra Carmen Lúcia, em Belo Horizonte, foi pichada e recebeu bombas de tintas.

Com informações da Agência Brasil.

Leia outras notícias em Imirante.com. Siga, também, o Imirante no Twitter, Instagram, curta nossa página no Facebook e se inscreva no nosso canal no Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do WhatsApp pelo telefone (98) 99209-2383.

© 2019 - Todos os direitos reservados.