Aniversário

Arquivo Público do Maranhão comemora 40 anos neste mês

Órgão preserva documentos históricos do Estado e de outras entidades, de caráter público e privados.
Divulgação/ Secom19/01/2014 às 17h35

SÃO LUÍS - O Arquivo Público do Estado do Maranhão (Apem) comemora, neste mês de janeiro, 40 anos. Dedicado ao resgate da memória maranhense, o órgão, da secretaria de Estado de Cultura (Secma) preserva documentos históricos do Estado e de outras entidades, de caráter público e privados. Funciona, também, como centro de pesquisa e divulgação.

O órgão mantém uma política de funcionamento em que pesquisadores, estudantes e a comunidade em geral têm acesso ao acervo em condições de manuseio periódico. O Apem está aberto a visitantes e a pesquisadores de segunda a sexta-feira, das 13h às 18h.

A data será comemorada nesta terça-feira (21), às 17h, com a exposição “Memória e identidade do Arquivo Público do Estado do Maranhão”. Documentos do valioso acervo da instituição, incluindo conjuntos de documentos originais de diferentes períodos históricos, estarão em exibição.

A exposição será organizada em blocos, abordando os seguintes acervos: Códices, Avulsos, Arquidiocese, Dops, Coleção de Partituras João Mohana e o de Câmara Municipal e Biblioteca.

Nova galeria

Na nesta terça-feira (21), haverá, também, a abertura da galeria Diretores do Apem e exposição fotográfica, com trabalho dos funcionários nas áreas de organização, preservação e divulgação de documentos de valor histórico ou permanente, provenientes dos órgãos integrantes da administração direta e indireta do Estado do Maranhão e de outras entidades públicas e particulares. Na exposição, foi incluído imagens de atividades de pesquisa nas salas de consulta.

Para a diretora do Apem, Conceição Rios, comemorar os 40 anos da instituição é celebrar a história do Maranhão. “Nas salas da Apem, encontra-se a trajetória de nossa história. São documentos que vêm desde a colonização, período imperial até os dias de hoje”.

História

Instalado na Rua de Nazaré, nº 218, no Centro Histórico de São Luís, desde 1978, o Arquivo Público do Estado do Maranhão, criado em janeiro de 1974, funciona em um prédio, de arquitetura colonial do século XVIII, que tem cinco pavimentos.

No acervo do Arquivo Público, documentos manuscritos e impressos dos períodos colonial, imperial e republicano. Há uma biblioteca de apoio, com cerca de quatro mil títulos e periódicos, onde se destacam a Coleção de Leis, Decretos e Resoluções do Brasil e do Maranhão (desde o Império até a República), Enciclopédias dos Municípios Brasileiros; coleção de jornais locais dos séculos XIX e XX até hoje, tudo informatizado.

Como parte de seu acervo, a coleção de partituras musicais do padre João Mohana, doada pela família e que pode ser estudada e pesquisada; e uma coleção de discos em vinil dos anos 40, doados por emissoras de rádios maranhenses. O Arquivo Público do Estado conta com o Laboratório de Conservação e Restauração de Papéis, inaugurado em 1987.

Leia outras notícias em Imirante.com. Siga, também, o Imirante no Twitter, Instagram, curta nossa página no Facebook e se inscreva no nosso canal no Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do WhatsApp pelo telefone (98) 99209-2383.

© 2019 - Todos os direitos reservados.