Aposentadoria

Assembleia aprova PEC que eleva para 75 anos idade de aposentadoria

Em 1º turno, votação foi de 32 votos contra 3. A PEC da Bengala quer modificar Constituição.
Imirante.com 27/09/2011 às 14h47

SÃO LUÍS - Foi aprovada em 1º turno, na sessão desta terça-feira (27), na Assembleia Legislativa do Maranhão, a Proposta de Emenda Constitucional (PEC) nº 011/2011, conhecida como PEC da Bengala, de autoria do deputado estadual Tatá Milhomem. Pela PEC, a idade para aposentadoria para servidores públicos passa de 70 para 75 anos.

De acordo com a Constituição Federal, a idade de 70 é o limite para titulares de cargos efetivos da União, Estados, Distrito Federal e municípios. Completando 70 anos, eles têm que ser aposentados compulsoriamente.

Por meio da PEC, os servidores maranhenses teriam cinco anos a mais de trabalho.

Contra a emenda, apenas os deputados estaduais Edvaldo Holanda (PTC), Eliziane Gama (PPS) e Rubens Pereira Júnior (PCdoB). De acordo com os deputados, a PEC é inconstitucional, pois a Assembleia não poderia modificar as regras de aposentadorias que estão na Constituição Federal.

Para o presidente da Ordem dos Advogados do Brasil, seccional Maranhão (OAB/MA), Mário Macieira, a emenda já nasce inválida. "o regime previdenciário é único. Ele é repetição obrigatória nos Estados e municípios", declarou Macieira ao Imirante.com, por telefone.

De acordo com o presidente da OAB/MA, a instituição irá arguir a inconstitucionalidade da PEC na Justiça pelo Conselho Federal da OAB, já que a representação tem que ser feita diretamente no Supremo Tribunal Federal (STF), pois a emenda afronta a Constituição.

Matéria atualizada às 15h17.

Leia outras notícias em Imirante.com. Siga, também, o Imirante no Twitter, Instagram, curta nossa página no Facebook e se inscreva no nosso canal no Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do WhatsApp pelo telefone (98) 99209-2383.

Selo IVC
© 2019 - Todos os direitos reservados.