Por engano

Agente penitenciário é baleado em barreira policial para prender bando que roubou agência bancária de Bacabal

O agente penitenciário Glauber Sousa foi baleado na barriga e foi levado para um hospital.
Imirante.com / com informações da TV Mirante28/11/2018 às 21h53

LAGO DA PEDRA - Após passar por uma barreira da polícia para prender integrantes da quadrilha que assaltou o Banco do Brasil de Bacabal e provocou pânico na cidade, no domingo (25), o agente penitenciário Glauber Sousa foi baleado por engano, nesta quarta-feira (28), na cidade de Lago da Pedra.

O agente penitenciário informou que os policiais perseguiram o carro dele por mais de um quilômetro, sob a suspeita de que um dos criminosos que estaria dirigindo o veículo modelo SUV. Os policiais atiraram então no veículo até chegar a um determinado povoado da cidade.

Glauber parou o carro em frente a uma escola,onde crianças assistiam aula. Ao se dar conta de que se tratava de um tiroteio, o professor da turma pediu que todos deitassem no chão e sugeriu que eles usassem as carteiras para se proteger. Segundo o professor, que não quis se identificar, as crianças ficaram desesperadas com a situação.

Vidro do carro do agente penitenciário quebrado após tiros. Foto: reprodução / TV Mirante

O agente penitenciário Glauber Sousa foi baleado na barriga e foi levado para um hospital. Já na delegacia, ele informou que foi abordado por uma viatura descaracterizada e que não parou porque achou que eram bandidos.

Em entrevista, Glauber afirmou que quis proteger sua vida. “Imaginei que fossem bandidos e zelei pela minha vida… pela integridade física. Adentrei a estrada vicinal tentando me evadir. Houve alguns disparos, ao qual me pegou de raspão, mas a situação foi resolvida lá no hospital”, contou o agente penitenciário.

Entretanto, Glauber Sousa foi autuado por porte ilegal de armas, pois ele não poderia estar armado fora do horário de trabalho. De acordo com o delegado regional de Bacabal, Carlos Renato, ainda está sendo investigado se o agente penitenciário teve algum envolvimento com o assalto ao Banco do Brasil.

Leia outras notícias em Imirante.com. Siga, também, o Imirante no Twitter, Instagram, curta nossa página no Facebook e se inscreva no nosso canal no Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do WhatsApp pelo telefone (98) 99209-2383.

© 2018 - Todos os direitos reservados.