Em Imperatriz

Cirurgias eletivas serão retomadas em fevereiro no Socorrão

A maior demanda são cirurgias gerais, de hérnia e vesícula, seguidas das urológicas.
Imirante.com, com informações da Assessoria08/01/2021 às 09h31
Cirurgias eletivas serão retomadas em fevereiro no SocorrãoA previsão é que as cirurgias eletivas sejam retomadas no início de fevereiro. (Foto: Divulgação)

IMPERATRIZ - Uma reunião nessa quinta-feira (7), na Secretaria Municipal de Saúde, discutiu o retorno das cirurgias eletivas no Hospital Municipal de Imperatriz. A previsão é que sejam retomadas no início de fevereiro.

Participaram do encontro a secretária de Saúde, Mariana Jales, as diretoras do HMI, Marilia Carvalho (geral) e Telma Neiva (administrativa); Vitor Pachele, diretor do Hospital Municipal Infantil de Imperatriz, o Socorrinho, o coordenador da Auditoria, Esmerahdson de Pinho, e a coordenadora do setor de cirurgia do Centro de Especialidades Médicas Três Poderes, Fabiana Nascimento. Segundo a secretária de Saúde, já foi feito um levantamento das cirurgias que estão na fila de espera e a maior demanda são cirurgias gerais (hérnias e vesícula), urológicas, otorrino e geral-pediátrica.

A Diretora do HMI ressalta que o planejamento se faz necessário pois a programação contempla eletivas agendadas pelo Centro de Especialidades Médicas dos Três Poderes e as eletivas dos pacientes internados; além das urgências e emergências que surgem na rotina do hospital.

“Diariamente o Socorrão já opera pacientes da neurocirurgia, bucomaxilofacial, vascular, urologia, cirurgia geral e ortopedia. Operamos um número alto de pacientes, por isso estamos revendo os protocolos das cirurgias especializadas para realinharmos os fluxos, pois ainda estamos em um período de pandemia e faz-se necessário uma programação pra um retorno de forma segura, tanto para os pacientes, quanto para os profissionais”, relatou Marília Carvalho.

Vale ressaltar que as cirurgias são agendas pelo Centro de Especialidades Médicas Três Poderes, CEMI. Pacientes que estão na lista de espera devem procurar o setor para dar continuidade ao processo de agendamento, bem como atualizar exames pré-operatórios.

O centro cirúrgico do HMI apenas faz as cirurgias já programadas. Entre eletivas e de urgências, são realizados de 600 a 800 cirurgias por mês no Socorrão.

Leia outras notícias em Imirante.com. Siga, também, o Imirante no Twitter, Instagram, curta nossa página no Facebook e se inscreva no nosso canal no Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do WhatsApp pelo telefone (98) 99209-2383.

© 2019 - Todos os direitos reservados.