Insegurança

Motoristas de aplicativo sofrem com falta de segurança em Imperatriz

Nesta semana, um motorista de app teve seu carro tomado de assalto, durante uma corrida.
Angra Nascimento/Imirante.com03/12/2020 às 08h14
Motoristas de aplicativo sofrem com falta de segurança em Imperatriz  Foto: Reprodução

IMPERATRIZ – Cerca de 2.500 motoristas trabalham com o transporte de passageiro por aplicativo em Imperatriz. Eles sofrem com a falta de assistência das plataformas digitais e são vítimas de casos de violência com cada vez mais frequência.

Na última segunda-feira (30), foi registrado mais um assalto a um motorista de aplicativo na cidade. A vítima foi Jadiel, que teve o carro tomado de assalto após buscar quatro passageiros no Centro de Imperatriz. Ele foi rendido e colocado no porta-malas do carro pelos criminosos. Após fazerem vários assaltos com a vítima presa, eles a abandonaram próximo à avenida Pedro Neiva de Santana.

A polícia foi acionada e, após uma perseguição, os suspeitos caíram em uma vala próximo a uma ponte sobre o Rio Tocantins. Três pessoas foram presas - dois homens e uma mulher -, e um outro suspeito de participação no crime conseguiu fugir.

A sensação de insegurança para os motoristas de aplicativo está cada vez maior. Uma das principais reclamações para quem trabalha na área é que as plataformas exigem muitas informações dos motoristas quando eles vão fazer o cadastro, mas que essa mesma preocupação não existe com relação aos usuários.

Os casos de violências contra a categoria deixam eles preocupados e cobram mais segurança, tanto do aplicativo, quanto das autoridades.

Leia outras notícias em Imirante.com. Siga, também, o Imirante no Twitter, Instagram, curta nossa página no Facebook e se inscreva no nosso canal no Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do WhatsApp pelo telefone (98) 99209-2383.

© 2019 - Todos os direitos reservados.