Fiscalização

Farmácias em Imperatriz são fiscalizadas pelo Procon Municipal

Mais de 50 farmácias serão fiscalizadas durante a semana na cidade.
Imirante Imperatriz27/05/2020 às 11h02

IMPERATRIZ - O volume de reclamações sobre os preços abusivos de remédios em Imperatriz motivou mais uma fiscalização do Procon Municipal. Os medicamentos usados para o tratamento do novo coronavírus estão no topo das reclamações, de acordo com o órgão. A ação deve acontecer durante toda a semana na cidade.

Mais de 50 farmácias devem receber a fiscalização do Procon. “O número de reclamações que estamos tendo é alto, de alguns produtos que estão no protocolo de cuidado do coronavírus, sobre o aumento de preço”, afirma o diretor do órgão, Natalino Bezerra.

Remédios como azitromicina, vitamina C, além de álcool gel e máscaras, são os itens mais citados nas reclamações dos consumidores imperatrizenses. Natalino Bezerra, também esclarece que se for constado a comercialização com preços abusivos desses produtos, os estabelecimentos serão multados.

O Procon, na primeira fase de fiscalização, deve notificar as farmácias, e conceder um prazo de 10 dias para elas se explicarem. “No meio de uma pandemia, praticar preços abusivos pode levar até ao fechamento do local”, garante Natalino.

Leia outras notícias em Imirante.com. Siga, também, o Imirante no Twitter, Instagram, curta nossa página no Facebook e se inscreva no nosso canal no Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do WhatsApp pelo telefone (98) 99209-2383.

© 2019 - Todos os direitos reservados.