Covid-19

Imperatriz cria Comitê Gestor de Enfrentamento ao novo Coronavírus

Reunião definiu como deve ser o atendimento na rede pública.
Imirante.com, com informações da assessoria18/03/2020 às 08h00
Imperatriz cria Comitê Gestor de Enfrentamento ao novo CoronavírusNo encontro, Prefeitura e Governo do Estado definiram como será o fluxo e atendimento aos casos suspeitos. (Foto: divulgação)

IMPERATRIZ - Em reunião realizada nesta terça-feira (17), na Secretaria Municipal de Saúde (Semus), foi decidida a criação do Comitê Gestor Municipal de Enfrentamento ao Novo Coronavírus em Imperatriz. No encontro, Prefeitura e Governo do Estado definiram como será o fluxo e atendimento aos casos suspeitos.

A pessoa que apresentar sintomas de gripe deve procurar, inicialmente, as Unidades Básicas de Saúde (UBS) e não os hospitais. Nos casos suspeitos, a pessoa será encaminhada à Unidade de Pronto Atendimento, UPA São José, onde será feita a coleta de material para exames e orientado o isolamento domiciliar enquanto não for conhecido resultado do teste.

“Este primeiro isolamento é domiciliar, a não ser que o quadro clinico do paciente exija cuidados hospitalares. Nos casos mais graves, em que o paciente apresente desconforto respiratório, esse paciente será encaminhado ao Hospital Macrorregional que está preparado com enfermarias”, destacou Alair Firmiano.

O titular da Semus acrescentou que em caso de testagem positiva para o novo coronavírus, o paciente passará a ser monitorado por equipe especializada. A internação será adotada em último caso, nos leitos disponibilizados pelo Estado no Hospital Macrorregional. O Hospital Municipal também ganhou um espaço exclusivo para atender paciente com suspeita do vírus.

Médicos, enfermeiros, fisioterapeutas, entre outros trabalhadores da área da saúde, responsáveis pelo atendimento aos casos suspeitos de Covid-19 no município já passaram por capacitação e o Comitê Gestor Municipal avalia possibilidade de estender o horário de funcionamento de algumas UBS.

A subsecretária de Estado da Saúde, Iracilda Viana, disse que a reunião foi muito importante para alinhar ações de saúde, além de evitar a proliferação de notícias falsas. “Nós precisamos de informações realmente verdadeiras para municiar todos os nossos gestores e trabalhadores da saúde no sentido de melhorar o fluxo, de atender melhor os nossos pacientes”, disse.

A representante do Estado lembrou que vários encaminhamentos foram tomados, mas ainda há temas que serão abordados futuramente conforme o andamento do trabalho. “Quando se trata de saúde, de ajudar a quem precisa, de doença e de dar um atendimento com qualidade para a população, nós temos que nos dar as mãos e nos apoiar e fazer o que for melhor para que a população se sinta segura e tranquila”, arrematou.

Leia outras notícias em Imirante.com. Siga, também, o Imirante no Twitter, Instagram, curta nossa página no Facebook e se inscreva no nosso canal no Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do WhatsApp pelo telefone (98) 99209-2383.

© 2019 - Todos os direitos reservados.