Investigação

Mortes registradas no fim de semana em Imperatriz não estão relacionadas

Foram quatro mortes violentas e três tentativas de homicídio.
Imirante.com11/02/2020 às 09h49

IMPERATRIZ – As investigações para esclarecer os quatro assassinatos e as três tentativas de homicídio, registradas em Imperatriz no fim de semana, já foram iniciadas. Os primeiros levantamentos apontam que as mortes não estão relacionadas.

Os crimes aconteceram nos bairros Vila Macedo, Santa Inês e Recanto Universitário. Os casos começaram ser registrados na noite de sábado (8), no Recanto Universitário, onde um tiroteio deixou três pessoas baleadas. Uma jovem atingida pelos disparos morreu horas depois de dar entrada no Hospital Municipal de Imperatriz (HMI).

A polícia acredita que esse crime motivou outro assassinato no mesmo bairro, que teve como vítima um homem, identificado como Magno. Ele foi assassinado na noite de domingo (9), após a casa dele ser invadida por outras pessoas. Durante a briga, mais uma pessoa foi baleada.

Ainda no domingo, três homens e duas mulheres renderam um taxista no Centro da cidade e seguiram até a Vila Macedo. No bairro, invadiram uma residência e promoveram um tiroteio. Três irmãos foram baleados, e um deles morreu após passar por uma cirurgia no hospital.

O mesmo grupo é suspeito de atirar contra os irmãos Jonas e Rafael Nascimento Silva. Jonas morreu e Rafael, mesmo baleado, conseguiu fugir. Ainda no domingo, a polícia conseguiu prender três pessoas, entre elas, duas mulheres sob suspeita de participação nas mortes.

De acordo com o delegado responsável pela Delegacia de Homicídio e Proteção à Pessoa (DHPP), Praxíteles Martins, apesar de os crimes terem características semelhantes, não estão relacionados.

Leia outras notícias em Imirante.com. Siga, também, o Imirante no Twitter, Instagram, curta nossa página no Facebook e se inscreva no nosso canal no Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do WhatsApp pelo telefone (98) 99209-2383.

© 2019 - Todos os direitos reservados.