Golpe

Ocorrências de estelionato por aplicativo de venda crescem em ITZ

Delegacia de Roubos e Furtos investiga pelo menos cinco casos nos últimos dias, em Imperatriz.
Tátyna Viana/Imirante.com17/01/2019 às 15h20
Ocorrências de estelionato por aplicativo de venda crescem em ITZNo último golpe aplicado, segundo a PM, a vítima estava vendendo o veículo de forma legítima, quando surgiu um atravessador interessado em vender o automóvel por um preço mais alto. ( Foto: Reprodução)

IMPERATRIZ – Tanto a Polícia Militar quando a Polícia Civil tem atendido várias ocorrências de estelionato envolvendo aplicativos de venda em Imperatriz, nos últimos dias.

Leia também:

Funcionárias públicas e vigilante da DPU-MA são presos por estelionato

Polícia Civil prende estelionatário em Paço do Lumiar

No último golpe aplicado, segundo a PM, a vítima estava vendendo o veículo de forma legítima, quando surgiu um atravessador interessado em vender o automóvel por um preço mais alto. Com autorização do proprietário o intermediário procurou compradores mas, sem que ele soubesse, anunciando um valor abaixo do combinado. O atravessador conseguiu negociar a venda, além de convencer o comprador a depositar o dinheiro na conta dele, em vez da conta do proprietário do veículo.

Para a polícia, como o vendedor intermediário e o comprador não se encontram pessoalmente, o golpe tem se tornado de difícil rastreamento.

Desde o mês de dezembro, a Delegacia de Roubos e Furtos está investigando pelo menos cinco casos que aconteceram em situação semelhante, com a venda de veículos anunciados em aplicativos e sites.

O 3º BPM está divulgando um informativo com orientações para que os interessados nesse tipo de negócio evitem cair em um golpe:

1. Conheça pessoalmente o vendedor e/ou comprador, desconfie de que evita o contato físico.

2. Escolha um local seguro para realizar negociação e a entrega do produto.

3. Verifique se o valor foi efetivamente creditado na sua conta, confira o extrato da sua conta.

4. Evite a ajuda de intermediários desconhecidos, o aplicativo já é o seu intermediário.

5. Duvide de anúncios de bens com valores muito abaixo dos de mercado.

Leia outras notícias em Imirante.com. Siga, também, o Imirante no Twitter, Instagram, curta nossa página no Facebook e se inscreva no nosso canal no Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do WhatsApp pelo telefone (98) 99209-2383.

© 2019 - Todos os direitos reservados.