Estragos

Chuva deixa pontos alagados e estragos em Imperatriz

De acordo com a Defesa Civil, choveu 60.66mm em menos de quatro horas e há previsão de mais chuva nos próximos dias.
Imirante.com, com informações da Assessoria21/11/2018 às 15h12
Chuva deixa pontos alagados e estragos em Imperatriz"A previsão é de mais chuva para os próximos dias, com expectativa de maior volume no domingo", detalha superintendente da Defesa Civil. ( Foto: Divulgação)

IMPERATRIZ - A chuva da madrugada acordou muitos moradores e deixou vários pontos da cidade alagados. Desde as primeiras horas desta quarta-feira (21), equipes da Secretaria de Infraestrutura, Limpeza Pública, Trânsito e Defesa Civil atuam em caráter emergencial para diminuir os estragos causados pela chuva da madrugada. Árvores foram derrubadas pela força do vento e alguns semáforos pararam de funcionar.

De acordo com Josiano Galvão, superintendente da Defesa Civil, choveu 60.66mm em menos de quatro horas, volume considerado médio, e com rajadas de vento. "A previsão é de mais chuva para os próximos dias, com expectativa de maior volume no domingo", detalha.

Além da limpeza de vias e praças, também prejudicadas, equipe da Sinfra concentrou esforços para efetuar a retirada das árvores e desobstruir o trânsito na Avenida Santa Teresa, Centro, e Padre Cícero, no Bairro Santa Rita. Já a equipe da Setran agiu na regularização do funcionamento dos semáforos danificados pela queda de energia, nos cruzamentos da BR- 010 com Avenida Jacob; Avenida Jk com Av. Imperatriz; Rua Alagoas com Avenida Santa Tereza; e Ruas Luís Domingues com Coriolano Milhomem, e Benedito Leite com Simplício Moreira no Centro.

"O prefeito Assis Ramos já determinou que a Setran providencie para o primeiro semestre, equipamentos que filtrem a oscilação de energia da rede de alta tensão e evitar colapsos no sistema de controle dos conjuntos semafóricos", explicou o secretário de Trânsito, Leandro Braga.

Os estragos não foram maiores por causa da limpeza dos riachos, mas a comunidade pode colaborar evitando jogar lixo na rua, o que provoca o entupimento de bocas de lobo e bueiros e consequentes alagamentos em locais onde a vazão da água das chuvas é menor.

Leia outras notícias em Imirante.com. Siga, também, o Imirante no Twitter, Instagram, curta nossa página no Facebook e se inscreva no nosso canal no Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do WhatsApp pelo telefone (98) 99209-2383.

© 2019 - Todos os direitos reservados.