Tratamento

Fissura labiopalatina: mais de 350 cirurgias no Centrinho em ITZ

A IV Semana Nacional de Fissura Labiopaltina quer aumentar o alcance do tratamento.
Imirante.com, com informações da Assessoria17/10/2018 às 14h58
Fissura labiopalatina: mais de 350 cirurgias no Centrinho em ITZA IV Semana Nacional de Fissura Labiopalatina, realizada de 15 a 19 de outubro, busca aumentar o alcance do tratamento. ( Foto: Divulgação)

IMPERATRIZ – A IV Semana Nacional de Fissura Labiopalatina, realizada de 15 a 19 de outubro, busca aumentar o alcance do tratamento de pacientes com fissuras e conscientizar sobre as causas.

Além do trabalho de divulgação, nesta semana devem ser realizadas novas cirurgias corretivas por meio do Centrinho em Imperatriz, uma organização que presta assistência multiprofissional e gratuita a pacientes carentes com fissura labiopalatina no Maranhão.

O Centro reabilitador referência na Região Tocantina, com sede em Imperatriz, atua há 11 anos e possui 482 famílias cadastradas, com 350 procedimentos cirúrgicos desde a sua fundação. Os pacientes têm uma sequência de tratamento que pode durar desde o nascimento até a vida adulta.

Os procedimentos são realizados no Hospital Santa Mônica, através de convênio com a Secretaria Municipal de Saúde, a Dvry Facimp e a ONG Smile Train, instituição americana que disponibiliza capacitações e treinamentos para os funcionários.

Lábio leporino

A fissura labiopalatina atinge normalmente pele, tecido subcutâneo, músculos e parte óssea da face. Também afeta composições dentárias, funcionamento da respiração e gera dificuldade para ingerir líquidos e alimentos nos bebês e crianças. A doença surge quando o desenvolvimento do bebê é incompleto durante a gestação e ele permanece com uma abertura no lábio ou no palato, popularmente conhecido como céu da boca. A fissura também pode ocorrer simultaneamente nas duas áreas.

Incidência de Fissura Labiopalatina

A estimativa no Brasil é que a cada 700 nascimentos, uma criança nasce com fissura labial. Com um diagnóstico rápido, uma cirurgia que leva apenas 45 minutos e a devida assistência médica continuada, é possível reverter esse quadro e dar à criança a oportunidade de ter uma vida sem limitações.

Centrinho em Imperatriz

Para ter acesso ao tratamento, os interessados devem procurar o Centrinho, no Hospital Escola da Dvry Facimp, localizado na Rua São João, esquina com Piauí, no Bairro Nova Imperatriz.

Leia outras notícias em Imirante.com. Siga, também, o Imirante no Twitter, Instagram, curta nossa página no Facebook e se inscreva no nosso canal no Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do WhatsApp pelo telefone (98) 99209-2383.

© 2019 - Todos os direitos reservados.