Estelionato

Polícia fecha falso correspondente bancário em Imperatriz

Duas mulheres foram conduzidas suspeitas de estelionato.
Tátina Viana/Imirante.com09/10/2018 às 15h54
As mulheres foram conduzidas para o Plantão Central de Polícia Civil. / Foto: Divulgação/14º BPM.

IMPERATRIZ – Duas jovens, uma de 22 anos e outra de 27, foram conduzidas pelo 14º Batalhão de Polícia Militar para o Plantão Central de Polícia Civil por suspeita de estelionato. Elas estariam se passando por funcionárias de correspondentes bancários sem vínculo com qualquer instituição bancária ou autorização para o serviço. A suposta loja também seria apenas de fachada e foi aberta no último sábado (6).

Segundo a polícia, o correspondente bancário não teria vínculo com qualquer instituição bancária. / Foto: Divulgação/14º BPM.

“Elas estavam recebendo boletos, fingiam que pagavam, mas os boletos não eram pagos porque não existia nenhum convênio pra pagamento de boleto. Elas fizeram muitas vítimas com esse golpe no bairro Vila Nova e adjacências”, disse o comandante do 14º Batalhão de Polícia Militar, tenente coronel Brito Júnior.

Com as duas mulheres foram apreendidos 2 notebooks e mais de R$4 mil em espécie. Várias vítimas do golpe foram à delegacia registrar o Boletim de Ocorrência.

Material apreendido com as suspeitas. / Foto: Divulgação/14º BPM.

Em depoimento à polícia elas disseram que também foram enganadas com a proposta de emprego que parecia ser legal, e que vão colaborar com as informações necessárias para que a polícia possa chegar ao homem que as contratou para o serviço.

Leia outras notícias em Imirante.com. Siga, também, o Imirante no Twitter, Instagram, curta nossa página no Facebook e se inscreva no nosso canal no Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do WhatsApp pelo telefone (98) 99209-2383.

© 2019 - Todos os direitos reservados.