Quebra de postes

Dados apontam 90 postes quebrados em 2018, em Imperatriz

Os números de acidentes com essas características no Estado também são preocupantes.
Angra Nascimento / Imirante Imperatriz05/05/2018 às 09h33
Dados apontam 90 postes quebrados em 2018, em ImperatrizOs números de acidentes com essas características no Estado são preocupantes. (Foto: divulgação)

IMPERATRIZ - Excesso de velocidade, más condições das vias, estado de embriaguez, sonolência: segundo as autoridades, esses são alguns das causas principais que resultam em acidentes com quebras de postes. Conhecidos como abalroamento, esses acidentes afetam a comunidade em geral, já que muitas vezes o mesmo pode ocasionar interrupção no fornecimento de energia.

Leia também: Cemar registra mais de 400 acidentes com quebra de postes em período de chuvas

Além disso, esta é uma situação que gera desconforto e desperdício, pois o recurso que é gasto para repor o pôster e seus componentes poderia ser investido para ampliar as ações de melhoria da qualidade de energia fornecida para as cidades maranhenses.

Só neste ano, de janeiro até agora, em Imperatriz, o número de acidentes com quebra de poste já chegou a 90 ocorrências. Para evitar mais casos, ações educativas em diversas instituições e comunidades estão sendo feitas no sentido de orientar a população sobre os esses acontecimentos.

Em alguns pontos com os maiores registros de ocorrências, foram instaladas algumas defensas (elementos de concreto na frente dos postes - atualmente essas defensas são feitas com manilhas recheadas de areia), cujo objetivo é amortecer o impacto da colisão dos veículos em acidentes, dificultando a queda do poste sobre o carro, preservando assim a vida dos envolvidos.

Os números de acidentes com essas características no Estado são preocupantes. Durante todo o ano de 2017, no Maranhão, foram contabilizados 2.109 acidentes em vias públicas com quebra de postes, uma média de quase seis postes por dia.

Leia outras notícias em Imirante.com. Siga, também, o Imirante no Twitter, Instagram, curta nossa página no Facebook e se inscreva no nosso canal no Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do WhatsApp pelo telefone (98) 99209-2383.

© 2019 - Todos os direitos reservados.