Acusado de estupro

Médico cardiologista é preso acusado de estuprar paciente dentro de consultório

Claumir Simões foi preso preventivamente na manhã desta sexta-feira, por determinação do Ministério Público.
Imirante.com20/10/2017 às 11h59
Médico cardiologista é preso acusado de estuprar paciente dentro de consultório Claumir Simões foi preso quando prestava o segundo depoimento. (Reprodução /TV Mirante)

IMPERATRIZ – O médico cardiologista Claumir Simões foi preso preventivamente na manhã desta sexta-feira (20), por determinação do Justiça, a pedido do Ministério Público, enquanto prestava esclarecimentos de um estupro que teria cometido, no mês de junho. Ele é acusado de abusar sexualmente de uma paciente dentro do consultório no posto de saúde do bairro Três Poderes, onde trabalha.

A mulher é uma paciente de aproximadamente 40 anos. Os detalhes do crime não foram revelados, pois o processo segue em segredo de Justiça. Mas para a promotora de Justiça, Raquel Chaves, não há dúvidas quanto a autoria do crime praticado pelo médico.

Claumir Simões, que foi ouvido pela segunda vez nesta sexta-feira, nega o envolvimento. Mas para a Justiça, as provas são contundentes. “Foram feitas diversas perícias, pelo Incrim. Não há nenhuma dúvida de que ele foi o autor desse fato criminoso. A investigação está concluída. Há indícios seguros de materialidade dos fatos”, ressaltou a promotora.

Após o cumprimento ao mandado de prisão, o médico foi encaminhado para o Instituto Médico Legal (IML), para procedimentos de praxe, e em seguida foi encaminhado para a Unidade Prisional de Ressocialização de Imperatriz (UPRI), antiga CCPJ, onde vai ficar à disposição da Justiça.

Leia outras notícias em Imirante.com. Siga, também, o Imirante no Twitter, Instagram, curta nossa página no Facebook e se inscreva no nosso canal no Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do WhatsApp pelo telefone (98) 99209-2383.

© 2019 - Todos os direitos reservados.