Com escolta policial

Juiz que atirou em irmão segue internado em Imperatriz

Erivelton Cabral é apontado como autor de duas tentativas de homicídio, no último fim de semana.
Imirante.com22/09/2017 às 12h47
Juiz que atirou em irmão segue internado em ImperatrizErivelton Cabral é apontado como autor de duas tentativas de homicídio. (Divulgação)

IMPERATRIZ – Segue internado num hospital particular de Imperatriz, com escolta policial, o juiz aposentado, Erivelton Cabral, que é apontado como autor de duas tentativas de homicídio, no último fim de semana. Uma das tentativas foi contra o próprio irmão, o médico Elton Cabral e a namorada dele.

Quando Erivelton tiver alta hospitalar, deve ser transferido para o Centro de Ressocialização de Imperatriz, onde ficará à disposição da Justiça. O juiz aposentado, que também é ex-delegado, passou mal, no Quartel da Polícia Militar, onde estava preso. Além de diabetes, ele tem problemas de pressão alta.

Erivelton passou por uma série de exames, porque havia suspeita de infarto, o que não foi confirmado. A transferência dele para um presídio só depende da alta hospitalar. Os advogados do ex-magistrado solicitaram prisão domiciliar, alegando que ele precisa de alimentação especial, mas o laudo médico descartou problemas de saúde mais grave.

Diante disso, a Justiça entendeu que a alimentação pode ser fornecida na unidade prisional, que dispõe de cela especial. Erivelton passou por exames nessa quinta-feira (21), que afastou qualquer problema no coração. Diante disso, deverá ser transferido para o presídio assim que tiver alta, conforme determinação judicial. Ele foi notificado ontem, sobre a decisão da Justiça.

Erivelton Cabral, que é conhecido pelo histórico violento, e constantes brigas com o irmão Elton Cabral, por causa de uma herança, foi preso preventivamente nessa segunda-feira, após efetuar vários disparos de arma de fogo contra o irmão e a cunhada. A tentativa de homicídio aconteceu no último domingo (17), no Yate Clube. Toda a ação foi filmada por câmaras de segurança. Ele é suspeito, além da tentativa de homicídio, de porte ilegal de arma de fogo.

Leia outras notícias em Imirante.com. Siga, também, o Imirante no Twitter, Instagram, curta nossa página no Facebook e se inscreva no nosso canal no Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do WhatsApp pelo telefone (98) 99209-2383.

© 2019 - Todos os direitos reservados.