Voos

Suspensão de voos leva município a cobrar explicações de empresa aérea

Ofício será enviado a deputados e senadores do Maranhão.
Imirante Imperatriz com informações da assessoria04/02/2017 às 12h02

IMPERATRIZ – A prefeitura de Imperatriz vai cobrar explicações de uma companhia aérea sobre a retirada de dois voos da linha Imperatriz–Brasília e vice-versa, de segunda a sexta-feira. O anunciou partiu do prefeito Assis Ramos em discurso na Câmara de Vereadores, ocasião em que, também, fez um alerta aos parlamentares sobre o problema.

De acordo com o prefeito, pelo movimento de passageiros que se verifica, não se justifica a suspensão dos voos. “Além do que, com apenas um voo por dia, com certeza as passagens vão ficar mais caras e há o risco claro de muita gente ficar sem embarcar, sofrendo prejuízos de várias montas”- salientou.

Assis Ramos determinou ao Secretário de Governo, Marlon Moura, que encaminhe ofícios aos deputados federais e senadores que têm interesse pela região de Imperatriz, esclarecendo que não é por falta de passageiros que a cidade está perdendo metade dos voos de uma só companhia.

Em 2016 Imperatriz perdeu os voos da Gol que tirou a cidade do seu mapa de operações, e viu a Azul suspender metade de suas frequências, aqui, cortando os trajetos Imperatriz-Belém e Belém-Imperatriz, situação que segundo gestor não pode acontecer, principalmente, no momento que a cidade está crescendo.

. “Além Corremos o risco de um isolamento perigoso. É hora de sermos socorridos pelos nossos parlamentares”.

Leia outras notícias em Imirante.com. Siga, também, o Imirante no Twitter, Instagram, curta nossa página no Facebook e se inscreva no nosso canal no Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do WhatsApp pelo telefone (98) 99209-2383.

© 2019 - Todos os direitos reservados.