Coletiva

Secretários devem tomar posse em até 15 dias, diz Assis Ramos

Nem todos eles tomaram posso por conta de burocracias.
Rodrigo Ribeiro/ Imirante Imperatriz06/01/2017 às 11h10
Assis Ramos durante a coletiva que tratou sobre o balanço da primeira semana de gestão. (Foto: Rodrigo Ribeiro/ Imirante Imperatriz)

IMPERATRIZ – Na manhã desta sexta-feira (6), foi realizada uma coletiva na Prefeitura Municipal de Imperatriz. Durante a reunião, o prefeito Assis Ramos (PMDB), falou sobre as principais ações realizadas na primeira semana de gestão do município. Um dos principais assuntos abordados foi sobre a posse dos secretários que haviam algumas pendências.

De acordo com informações em entrevista coletiva, o prefeito Assis Ramos, destacou que todos os secretários ainda não foram empossados. “É todo um processo, pois começou logo depois da campanha, que foi feito os convites e cada um deles tiveram que analisá-lo. Assim, foi gerado um processo administrativo que ocorreu, também, em algumas outras áreas”, explica o prefeito.

Prefeito ao lado do vice-prefeito durante a coletiva. (Foto: Rodrigo Ribeiro/ Imirante Imperatriz)

Assis Ramos, também, explicou que entrou em contato com a Secretária de Segurança Pública (SSP-MA), pois a maioria deles são vinculados a secretaria. “Ele falou que a dona Rosa Arruda que é do Ibama já está bem adiantada. Eu acredito que até no final da semana que vem ela estará liberada e o Paulo de Tarso que é o delegado da Polícia Federal (PF), falta apenas uma determinação do Ministro da Justiça”, mostrou o gestor.

O prefeito explicou que isso não é problema, porque, as pastas não estão paradas devido a ausências deles. Lógico que vai estar em pleno vapor quando eles assumirem. “Isso tudo aconteceu por conta de recesso e algumas questões burocráticas, mas em 15 dias isso já deve estar resolvido”, falou Assis Ramos.

Secretário de governo com o prefeito Assis Ramos após a coletiva. (Foto: Rodrigo Ribeiro/ Imirante Imperatriz)

Durante a coletiva, ainda, foi tratado sobre a saúde do município. “O gestor da saúde é um dos mais exigidos da cidade. Eu conversei com ele e vamos fazer de tudo para que esses programas não fiquem parados. Por isso, estamos trabalhando para resolver tudo, pois a pasta é muito grande e demora algum tempo”, ressalta.

Além disso, foi comentado sobre o pagamento dos atrasados dos servidores da saúde, que em dezembro de 2016, durante a gestão, ainda, do ex-prefeito Sebastião Madeira (PSDB) realizaram uma paralização para reivindicar os seus direitos. “Vamos trabalhar para resolver isso, e que os servidores sejam honrados”, destaca o prefeito.

Leia outras notícias em Imirante.com. Siga, também, o Imirante no Twitter, Instagram, curta nossa página no Facebook e se inscreva no nosso canal no Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do WhatsApp pelo telefone (98) 99209-2383.

© 2019 - Todos os direitos reservados.