Decisão judicial

Homem que matou irmão é liberado pela Justiça

A liberação foi dada durante Audiência de Custódia, realizada dois dias após o crime.
Imirante Imperatriz06/01/2017 às 12h05

IMPERATRIZ – Paulino da Silva, de 42 anos, suspeito de ter matado o irmão João Barbosa Silva Neto, de 29 anos, na última quarta-feira (4), foi liberado pela Justiça. A liberação foi dada durante Audiência de Custódia, realizada dois dias após o crime.

A decisão foi da juíza em exercício de plantão, da 3ª Vara Criminal de Imperatriz, Ana Lucrécia. A juíza determinou o uso tornozeleira eletrônica. Na interpretação de Ana Lucrécia, Paulino não representa ameaça ao processo de investigação, já que entregou a arma do crime e não apresentou resistência à prisão.

Paulino é acusado de ter matado o irmão com uma facada, durante uma briga na avenida Santa Tereza. Ele ainda tentou, fugir, mas acabou sendo preso minutos depois. Durante a prisão, ele entregou a arma do crime e confessou, visivelmente abalado, a autoria do assassinato.

De acordo com a polícia, antes de desferir o golpe de faca, Paulino teria sigo agredido pelo irmão, com uma “capacetada” na cabeça e a facada teria sido em reação a este golpe dado pelo irmão que acabou morto. Toda a briga foi presenciada pelo filho de Paulino, de apenas 10 anos.

A juíza Ana Lucrécia informou que Paulino não possui antecedentes criminais e que nos autos do processo, não costa qualquer registro de violência. Com a medida, Paulino vai responder pelo crime em liberdade, mas será monitorado por tornozeleira eletrônica, e está proibido de sair de Imperatriz, dentre outras restrições impostas pela Justiça.

Leia outras notícias em Imirante.com. Siga, também, o Imirante no Twitter, Instagram, curta nossa página no Facebook e se inscreva no nosso canal no Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do WhatsApp pelo telefone (98) 99209-2383.

© 2019 - Todos os direitos reservados.