Balanço

Divulgado o balanço das atividades do Restaurante Popular de Imperatriz

Com cardápio variado, rico em nutriente e barato, o Restaurante Popular superou as expectativas para este ano.
Imirante Imperatriz10/12/2016 às 12h03

IMPERATRIZ - A prefeitura, por meio da Secretaria de Desenvolvimento Social (Sedes), divulgou neste sábado (10), um balanço das atividades do Restaurante Popular de Imperatriz este ano. Dentre os destaques da nota divulgada pela assessoria de comunicação da prefeitura está o preço simbólico do prato (R$ 1,00) e o alto valor nutricional dos alimentos servidos aos trabalhadores.

De acordo com a nota, já em recesso, o Restaurante Popular, teve recorde de público em 2016, quando serviu cardápio diferenciado com revezamento entre feijoada e galinhas. Ao todo a capacidade de servir foi de 800 refeições por dia.

“O restaurante, de segunda a sexta feira, manteve um cardápio diversificado durante todo o ano, com valor nutricional adequado para seu público. Oferecendo pratos como: carne com legumes, arroz carreteiro, assado de panela, frango ao molho, bife ao molho, vaca atolada, acompanhados de arroz, feijão, macarrão, farofa, salada e suco. Contudo, é notório que sempre há recorde de público nos dias que foi servida a famosa feijoada brasileira e a galinhada, alcançando a capacidade de 800 refeições/dia”, diz um trecho da nota.

A coordenadora do Restaurante Popular, Mariana Nogueira comemorou o recorde de público reflete a qualidade do serviço.

O Restaurante Popular é um programa do Governo Federal e faz parte da política de inclusão social, que é mantido, segundo a prefeitura, com exclusivamente pela gestão municipal com receita própria, embora seja um programa com alto custo financeiro.

Uma medida adotada para a redução de custo, foi a parceria com o Banco de Alimentos, que por meio do programa de aquisição de alimentos e da agricultura familiar fornece uma grande variedade de hortifrúti regional.

Histórico

No ano de 2015 o Restaurante Popular passou por reforma e modernização em suas instalações para garantir mais conforto ao público e qualidade no serviço.

Na época, a obra demorou ser concluída e virou pivô de muitas reclamações de usuários do serviço. A nota citou a reforma, mas não a polêmicas e críticas pela demora na obra.

Leia outras notícias em Imirante.com. Siga, também, o Imirante no Twitter, Instagram, curta nossa página no Facebook e se inscreva no nosso canal no Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do WhatsApp pelo telefone (98) 99209-2383.

© 2019 - Todos os direitos reservados.