Fuga na Funac

Polícia Militar recaptura dois fugitivos da unidade da Funac no Jardim Sumaré

Os adolescentes já estão de volta à unidade no Jardim Sumaré.
Imirante Imperatriz com informações da TV Mirante22/11/2016 às 14h10

IMPERATRIZ – Dois adolescentes, do grupo que havia fugido da Unidade de Ressocialização da Fundação Nacional da Criança (Funac), foram recapturados pela Polícia Militar. A dupla foi localizada na região onde fica a unidade, no Jardim Sumaré.

Contrariando a informação inicial, que dava conta de dez fugitivos, a Polícia Militar atualizou as informações e afirmou, que foram nove adolescentes fugitivos e acrescentou que eles cumpriam medidas de internação permanente por terem cometidos atos infracionais graves.

As ações de buscas aos internos continuam na cidade e região pela PM.

A Unidade de Ressocialização funciona numa casa adaptada localizada no Jardim Sumaré há cerca de dois meses e passou por uma reforma para receber os adolescentes, que deveriam cumprir as medidas socioeducativas na unidade que está sendo construída no Conjunto Habitar Brasil. No entanto a obra da unidade está parada.

A fuga

Os adolescentes fugiram após renderam os professores em sala de aulas. Alguns correram e pularam cercas e muros em quintais de casas vizinhas da unidade, o que levou pânico para moradores como o aposentado Antonio Rodrigues. Ele disse ter ouvido gritos e muito barulho durante a fuga. A presidente da associação demoradores do bairro disse que no domingo (20), os internos gritaram muito e fizeram barulho, o que já assustou os moradores que temiam por uma fuga ou outro acontecimento.

Nota da Funac

A Fundação Nacional de Assistência a Criança (Funac) confirmou que dois adolescentes foram recapturadas e reencaminhados à instituição. As buscas continuam. A fundação garante que a unidade foi aberta seguindo as determinações legais para se manter a abertura de vagas no sistema socioeducativo.

Sobre as questões de segurança,, a Funac informa que possui um plano de ações preventivas para garantir a segurança dos adolescentes e , também, da comunidade.

A fundação reforça que a segurança externa da unidade é de responsabilidade da Secretaria de Segurança Pública do Estado que tem tido uma parceria, com reforços por meio do policiamento na área.

Leia outras notícias em Imirante.com. Siga, também, o Imirante no Twitter, Instagram, curta nossa página no Facebook e se inscreva no nosso canal no Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do WhatsApp pelo telefone (98) 99209-2383.

© 2019 - Todos os direitos reservados.