Polêmica

Mudanças no Viva Cidadão continuam causando polêmicas em Imperatriz

É que os principais serviços foram transferidos para a unidade do shopping.
Imirante Imperatriz12/07/2016 às 09h04

IMPERATRIZ – A nova unidade do Viva Cidadão, localizada no Imperial Shopping, já está funcionando. Porém, apesar de a antiga unidade localizada na rua Godofredo Viana ter sido mantida, a polêmica continua. É que a maioria dos serviços foram transferidos para a nova unidade, o que tem deixado os empresários insatisfeitos.

A discussão é porque na unidade do Centro só estão disponíveis três serviços, enquanto 11 serviços foram transferidos para a unidade do shopping. Uma reunião foi realizada, na noite dessa segunda-feira (11), entre os empresários e a direção do Viva, ocasião em que foi debatido como serão oferecidos os serviços nas duas unidades.

Os lojistas do Calçadão e os representantes da Associação do Comércio e Indústria de Imperatriz não gostam da forma como foram distribuídos os serviços prestados pelo órgão. “Vamos tem um bom senso. Tirar quase tudo da unidade da Godofredo Viana e direcionar para a unidade do shopping quase 12 tipos de serviços, e deixar apenas três, eu acho que isso não funciona”, reclamou o presidente da Associação dos Lojistas do Calçadão, Marconi Marques.

Emissão de RG, CPF e antecedentes criminais, que são os serviços mais procurados, atingindo em média 85% da demanda do órgão, só estão sendo oferecidos na nova unidade. “Nossa chateação é que eles estão tirando os serviços do Centro e colocando pra lá, e deixando apenas três na unidade do Centro. O que queremos é que mantenham as duas unidades prestando serviços de qualidade”, disse um empresário.

Para resolver o impasse, houve uma tentativa de acordo durante a reunião. O diretor do Viva Cidadão, Duarte Júnior, se comprometeu em firmar parcerias que garantam que as duas unidades ofereçam os mesmos serviços. “Hoje, na Godofredo Viana estamos com os serviços essenciais. E já estamos dialogando com os parceiros porque o Viva é um balcão de serviços. Os serviços não são prestados pelo Viva. O Viva é um órgão que garante acesso a outros serviços a todos os cidadãos”, ressaltou.

Para manter as duas unidades em pleno funcionamento, Duarte destacou, ainda, que é importante o esforço do Poder Legislativo por meio da destinação de emendas e recursos para que o Estado possa manter os serviços essências tanto na unidade da Godofredo Viana, quanto do Imperial Shopping.

Leia outras notícias em Imirante.com. Siga, também, o Imirante no Twitter, Instagram, curta nossa página no Facebook e se inscreva no nosso canal no Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do WhatsApp pelo telefone (98) 99209-2383.

© 2019 - Todos os direitos reservados.