Em Imperatriz

Ato público pede permanência da Vara da Justiça do Trabalho em Imperatriz

Ato público contra o fechamento da Justiça do Trabalho foi hoje (24), pela manhã.
Imirante Imperatriz com informações da assessoria24/06/2016 às 16h09

IMPERATRIZ – A Subsecção da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), em Imperatriz puxou um ato público realizado na manhã desta sexta-feira (24), na porta do Fórum Manuel Alfredo Martins e Rocha, da Justiça do Trabalho.

O movimento, que reuniu cerca de 50 pessoas, entre advogados, juízes, representantes de sindicatos de trabalhadores e funcionários públicos do setor alerta para os prejuízos que a sociedade pode ter caso seja fechada a Justiça do Trabalho em Imperatriz.

A ideia do movimento surgiu depois que a possibilidade do fechamento do Fórum de Justiça Trabalhista foi ventilada em razão de cortes orçamentários. A previsão era de que o órgão só funcione até setembro deste ano.

Ainda de acordo com os manifestantes, como justificativa para o fechamento da Justiça Trabalhista, segundo os manifestantes, está a redução no orçamento de 2016. A área trabalhista foi a única do judiciário que teve corte de 30% nas verbas de custeios e de 90% nos recursos destinados a investimentos.

A juíza da 1ª Vara do Trabalho de Imperatriz, Liliane Lima afirmou que o objetivo da manifestação foi dar visibilidade à problemática.

A magistrada disse que diferentemente da proposta de redução, as demandas na Vara do Trabalho foram tantas que há necessidade é de aumento no orçamento e não o contrário. Ela destacou que o ato foi para chamar a atenção da população, para que esta possa refletir sobre o que pode acontecer se a Justiça do Trabalho fechar.

Leia outras notícias em Imirante.com. Siga, também, o Imirante no Twitter, Instagram, curta nossa página no Facebook e se inscreva no nosso canal no Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do WhatsApp pelo telefone (98) 99209-2383.

© 2019 - Todos os direitos reservados.