Transporte alternativo

MP pede a suspensão temporária da votação do projeto de lei do transporte alternativo

O Ministério Público, também, pediu cópia do projeto para análise.
João Rodrigues/ Imirante Imperatriz22/03/2016 às 17h08

IMPERATRIZ – O Ministério Público Estadual (MPE), em Imperatriz, solicitou da Câmara de Vereadores uma cópia e a suspensão da votação do projeto de lei que prevê a criação do sistema de transporte alternativo de passageiros. Em tramitação nas comissões técnicas, a matéria deveria ser votada na próxima semana.

O documento sobre a solicitação da cópia do projeto de lei para vistos, foi recebido e lido durante a sessão ordinária desta terça-feira (22).

Diante da solicitação, a matéria não tem prazo para ser votada.

O projeto de lei tramita nas comissões há cerca de duas semanas e vem causando polêmica desde sua apresentação em plenário.

Em entrevista ao portal Imirante Imperatriz , o diretor-presidente da Rio Anil Transportes (Ratrans), a empresa que explora do serviço do transporte público na cidade avisou que se a lei for criada vai rescindir o contrato com a prefeitura. Alguns movimentos sociais, também, se posicionaram contra a matéria.

Leia outras notícias em Imirante.com. Siga, também, o Imirante no Twitter, Instagram, curta nossa página no Facebook e se inscreva no nosso canal no Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do WhatsApp pelo telefone (98) 99209-2383.

© 2019 - Todos os direitos reservados.