Fiscalização

Operação Semana Santa: mais de 700 fiscalizações em ITZ

Foram 117 testes de alcoolemia e dois autos de infração registrados.
Alan Milhomem / Imirante Imperatriz*03/04/2015 às 11h05

IMPERATRIZ – Como atividades da Operação Semana Santa, realizada pela Polícia Rodoviária Federal (PRF), 720 pessoas foram fiscalizadas na BR-010, em Imperatriz, durante 117 abordagens a veículos. Os dados são dessa quinta-feira, primeiro dia da operação.

Nas abordagens, 117 testes de alcoolemia foram realizados e dois autos de infração registrados. No Cinema Rodoviário, realizado no posto da PRF em Imperatriz, foram 29 palestras no primeiro dia de operação e 720 pessoas sensibilizadas, entre passageiros, motociclistas e motoristas de ônibus.

A Operação Semana Santa segue até a segunda-feira (6). Um dos objetivos da fiscalização é coibir comportamentos de risco dos motoristas, como ultrapassagens indevidas, excesso de velocidade e a mistura de álcool e direção. A PRF intensificou as ações com o uso do etilômetro para detectar se os motoristas estão dirigindo sob efeito de álcool.

Na Região Tocantina, a fiscalização da PRF alcança mil quilômetros de rodovias, incluindo cidades como Itinga, Açailândia, Imperatriz, Porto Franco, Estreito, Carolina, Grajaú, entre outras cidades.

O trecho da BR-226, entre Barra do Corda e Lajeado Novo, concentra a maior quantidade de acidentes, além de outras ocorrências. No trecho entre as aldeias o asfalto está em péssimo estado de conservação. Já na BR-010, o trecho com maior índice de acidente é entre Imperatriz e Porto Franco.

Orientações

Ultrapassar sempre pela esquerda e apenas em trechos permitidos;

Antes de iniciar uma ultrapassagem, certificar-se da distância e da visibilidade do veículo que pretende ultrapassar e dos que vêm em sentido contrário;

Se outro veículo o estiver ultrapassando ou tiver sinalizado seu desejo de fazê-lo, dar a preferência;

Sinalizar toda a manobra com antecedência e não realizar ultrapassagens em trechos de faixa contínua, subidas, descidas, pontes e acostamentos;

Atenção redobrada ao ultrapassar ônibus e caminhões;

Ao ser ultrapassado, não acelerar, não mudar a trajetória do veículo e manter distância segura do veículo à frente;

Não há viagem para quem bebe ou usa drogas e dirige. Além de ser crime, os riscos para a vida aumentam consideravelmente.

*Com informações da PRF.

Leia outras notícias em Imirante.com. Siga, também, o Imirante no Twitter, Instagram, curta nossa página no Facebook e se inscreva no nosso canal no Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do WhatsApp pelo telefone (98) 99209-2383.

© 2019 - Todos os direitos reservados.