Diz delegado:

"Temos indícios da participação dele com o PCC", diz delegado

O "paulista" foi preso em ITZ, nesta quarta-feira (5).
Imirante Imperatriz05/11/2014 às 16h00

IMPERATRIZ – A operação deflagrada no início da tarde desta quarta-feira (5) para cumprir um mandado de prisão em nome de Carlos André resultou em outra importante prisão que desbaratou uma quadrilha responsável por parte do tráfico de drogas na cidade, de acordo com as investigações da Polícia Civil.

Na casa de André, o “dinamite”, estava o homem identificado apenas pelo apelido de “paulista”, mas já conhecido da polícia e apontado como o transpotador de drogas de São Paulo, e por ter ligação com o Primeiro Comando da Capital (PCC), a maior organização criminosa do Brasil, que comanda rebeliões, assaltos, sequestros, assassinatos e o narcotráfico, com atuação, principalmente, em São Paulo.

“O ‘paulista’ é um indivíduo perigoso. A função dele é trazer droga de São Paulo pra cá. Nós temos indícios da participação dele até com o PCC de São Paulo e nós vamos entrar em contato com a polícia de lá para detalhar a participação dele nesse caso”, disse o delegado regional Assis Ramos.

Leia outras notícias em Imirante.com. Siga, também, o Imirante no Twitter, Instagram, curta nossa página no Facebook e se inscreva no nosso canal no Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do WhatsApp pelo telefone (98) 99209-2383.

© 2019 - Todos os direitos reservados.