Polícia Federal

"Operação Onipresente" investiga médicos e cumprimento de carga horária

Materiais foram apreendidos no Socorrão, Secretaria de Saúde e Posto dos Três Poderes.
Imirante Imperatriz27/05/2014 às 16h01

IMPERATRIZ - Deflagrada nesta terça-feira (27) pela Polícia Federal, a Operação Onipresente cumpriu quatro mandados de busca e apreensão no Instituto Nacional de Seguridade Social (INSS), no Centro de Especialidades (Posto de Saúde dos Três Poderes), no Hospital Municipal de Imperatriz, o Socorrão, e na Secretaria Municipal de Saúde do município.

De acordo com o delegado que comanda a operação, Paulo de Tarso da Cruz Viana Júnior, as investigações começaram há quatro meses depois que a Polícia Federal recebeu denúncias sobre reagendamento de perícias. Os médicos não estariam cuprindo a carga horária de 40h semanais por trabalharem em outros locais, alvos da busca e apreensão de material.

Foram apreendidos documentos e dispositivos de armazenamento de dados para serem periciados. Ninguém foi detido, nem os médicos investigados tiveram os nomes divulgados. Se confirmada a suspeita, eles poderão responder pelo crime de estelionato, previsto no Código Penal.

Leia outras notícias em Imirante.com. Siga, também, o Imirante no Twitter, Instagram, curta nossa página no Facebook e se inscreva no nosso canal no Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do WhatsApp pelo telefone (98) 99209-2383.

Selo IVC
© 2019 - Todos os direitos reservados.