Em Grajaú

Homem é condenado a mais de 19 anos de reclusão por feminicídio

Jhon Lennon Nascimento de Almeida atirou na cabeça de sua companheira após uma discussão entre o casal.
Imirante.com, com informações da assessoria23/10/2019 às 09h47
Homem é condenado a mais de 19 anos de reclusão por feminicídioGrajaú fica a 565 km de distância de São Luís. (Arte: Imirante.com)

GRAJAÚ - O Tribunal do Júri da Comarca de Grajaú condenou, na última quarta-feira (16), Jhon Lennon Nascimento de Almeida a 19 anos e três meses de reclusão, pelo crime de feminicídio, praticado contra Thalia de Sousa Santos, no dia 17 de outubro de 2018.

Segundo consta nos autos, o casal estava em um bar e após chegar em casa, no bairro Vilinha, em Grajaú, começaram a discutir. Foi quando Jhon Lennon atirou na cabeça da vítima.

No julgamento, o Ministério Público do Maranhão (MP-MA) foi representado pelo promotor de justiça Raphaell Bruno Aragão Pereira. Proferiu a sentença o juiz Alessandro Arrais Pereira.

O Conselho de Sentença acatou a tese do MP-MA que apontou três qualificadoras no crime: motivo fútil, recurso que impossibilitou a defesa da vítima e em razão da condição de sexo feminino consistente em violência doméstica e familiar (feminicídio).

Jhon Lennon deverá cumprir a pena na unidade penitenciária de Grajaú e não tem o direito de recorrer em liberdade.

Leia outras notícias em Imirante.com. Siga, também, o Imirante no Twitter, Instagram, curta nossa página no Facebook e se inscreva no nosso canal no Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do WhatsApp pelo telefone (98) 99209-2383.

© 2019 - Todos os direitos reservados.