Liberada!

Após negociação com a Polícia Militar, indígenas liberam a BR-226

Após colisão de moto com caminhão, dois índios morreram.
Imirante Imperatriz14/10/2015 às 17h00

GRAJAÚ – Depois do acidente que matou dois indígenas na BR-226, entre Grajaú e Barra do Corda, os índios da Aldeia Coquinho fecharam a rodovia. Após a retirada dos corpos e negociação com a Polícia Militar, os indígenas liberaram a BR-226 na tarde desta quarta-feira (14).

Segundo a PM de Grajaú, que atendeu a ocorrência, a criança e o homem estavam em uma motocicleta que teria se chocado na traseira de um caminhão-pipa de uma empresa que trabalha na região. O homem de 29 anos e a criança de seis anos morreram no local.

O motorista do caminhão, identificado como Antônio José Lopes da Silva, segundo a Polícia Rodoviária Federal, fugiu do local depois do atropelamento.

Os corpos das vítimas foram levados para Grajaú e depois devem ser encaminhados para a aldeia.

Leia outras notícias em Imirante.com. Siga, também, o Imirante no Twitter, Instagram, curta nossa página no Facebook e se inscreva no nosso canal no Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do WhatsApp pelo telefone (98) 99209-2383.

© 2019 - Todos os direitos reservados.