Medo

Moradores temem novos deslizamentos de rejeitos de mineradora no interior

Equipes da Defesa Civil estiveram no local, nesta segunda-feira (5).
Imirante.com06/11/2018 às 06h32
Moradores temem novos deslizamentos de rejeitos de mineradora no interiorCom o incidente, cerca de 4 mil pessoas do povoado ficaram do povoado Aurizona ficaram sem acesso a cidade de Godofredo Viana. (Foto: divulgação)

GODOFREDO VIANA - Após o deslizamento de dejetos de mineração que deixou interditada a única via de acesso ao povoado Aurizona, no município de Godofredo Viana, distante a 209 km de São Luís, moradores temem nova avalanche de rejeitos.

De acordo com o Governo do Maranhão, as primeira informações dos responsáveis técnicos da empresa Aurizona apontam que não ha indícios de materiais químicos, mas só areia e materiais argilosos nos rejeitos. Equipes da Defesa Civil estiveram no local, nesta segunda-feira (5), entretanto, ainda não se sabe a causa do deslizamento.

Com o incidente, cerca de 4 mil pessoas do povoado ficaram do povoado Aurizona ficaram sem acesso a cidade de Godofredo Viana. A via ficou interditada por algumas horas, porém, foi liberada no fim da tarde de domingo (4).

A empresa mineradora informou que o material que deslizou era oriundo de uma estrutura que existe em mineração, chamada "pilha de estéril", local onde fica armazenado o material descartável que se acumula ao longo do tempo e faz uma formação montanhosa. Por meio de nota, a empresa pediu desculpa pelo problema.

Leia outras notícias em Imirante.com. Siga, também, o Imirante no Twitter, Instagram, curta nossa página no Facebook e se inscreva no nosso canal no Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do WhatsApp pelo telefone (98) 99209-2383.

© 2019 - Todos os direitos reservados.