Troféu Mirante Esporte

Atletas olímpicos são homenageados na cerimônia

Assim como os jogos do Rio, Iziane, Ana Paula e Codó foram lembrados.
Eduardo Lindoso / O Estado Online22/01/2016 às 00h37
Iziane, que posa ao lado de Hortência, foi uma das atletas olímpicas

SÃO LUÍS – Como estamos em ano de Jogos Olímpicos, a XI edição do Troféu Mirante Esporte, que foi realizada nesta quinta-feira, foi marcada por homenagens a maior festa do esporte no planeta. Três atletas maranhenses, Iziane, Ana Paulo e Codó, que são nomes quase certos nesta edição do Rio de Janeiro, foram lembrados. O vídeo oficial da competição foi exibido para a plateia e a cantora Cecília Leite cantou sambas cariocas.

Uma série de três vídeos com os maranhenses que têm presença quase certa nas Olimpíadas foi mostrada. Os atletas contaram suas trajetórias, se emocionaram com histórias pessoais e falaram palavras de incentivos para quem sonha em um dia chegar lá. Primeira a ser lembrada, Iziane, falou um pouco da carreira, da possibilidade de jogar mais uma edição dos jogos e do sofrimento para chegar à Seleção Brasileira. “Quando lembro que joguei no Costa Rodrigues [ginásio no centro de São Luís] lotado vem muita coisa na cabeça. Venho de um bairro pobre, de uma família de classe média baixa e chegar até aqui é muito gratificante. Nestes jogos, espero que nosso time fique, pelo menos, entre os quatros melhores do mundo”.

Cecília Leite canta sambas cariocas em homenagem ao Rio de Janeiro

A segunda homenageada foi Ana Paula Rodrigues, titular da Seleção Brasileira de Handebol. Ana, que é campeã mundial com o Brasil, em 2013, na Sérvia, chegou a chorar quando lembrou da avó, que morreu enquanto ela jogava fora do país, e ao falar da torcida das pessoas da sua família e do seu bairro, a Liberdade. “Me emociono muito quando lembro da minha avó. Éramos muito apegadas e ela me incentivou bastante. Fico bastante emocionada também quando estou jogando e penso que minha família e meus amigos estão fazendo festa no meu bairro para me incentivar”,

O terceiro a receber a homenagem, José Carlos Moreira, o Codó, que é integrante da Seleção Brasileira de Atletismo disse que sempre que puder levará o nome da sua cidade e do Maranhão para o mundo. “Quando vou para uma competição sempre lembro do meu povo. Espero representar bem o meu estado e a minha cidade bem mais uma vez”, disse ele, que lembrou que enveredou pelo atletismo por falta de vaga em um time de futebol.

Leia outras notícias em ImiranteEsporte.com. Siga, também, o Imirante no Twitter, Instagram, curta nossa página no Facebook e se inscreva no nosso canal no Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do WhatsApp pelo telefone (98) 99209-2383.

© 2019 - Todos os direitos reservados.