natação

Phelps aposta em Thiago Pereira e espera novos talentos para 2016

Gazeta Esportiva 11/03/2013 às 15h28

RIO DE JANEIRO - Maior nome da história da natação, Michael Phelps acredita que o brasileiro Thiago Pereira estará entre os principais candidatos a conquistar medalhas nos Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro em 2016. Superado pelo carioca na prova dos 400m medley em Londres-2012, o norte-americano vê o brasileiro com chances de brigar por um ouro em casa e espera o surgimento de novos talentos nacionais na modalidade.

Nas Olimpíadas na capital inglesa, Phelps era apontado como um dos principais favoritos para prova dos 400m medley, mas acabou a disputa apenas na quarta colocação, superado por seu compatriota Ryan Lochte, medalha de ouro, Thiago Pereira, prata, e o japonês Kosuke Hagino, bronze.

Apesar da decepção nos 400m medley, Phelps subiu ao pódio seis vezes em Londres-2012 e se tornou o maior atleta olímpico da história com 22 medalhas, 18 delas de ouro. Após a competição, ele se aposentou.

"Thiago obviamente tem muitas chances. Nas últimas Olimpíadas, ele estava na melhor forma que já o vi", disse o norte-americano, nesta segunda-feira (11), no Rio de Janeiro. O nadador visita a cidade-sede dos próximos Jogos para participar da cerimônia de entrega do Prêmio Laureus, considerado o Oscar do esporte.

Derrotado por Pereira em Londres-2012, Phelps aposta no brasileiro na briga por medalhas no Rio de Janeiro-2016. (Foto:Fernando Dantas/Gazeta Press)

Mesmo sem demonstrar muita desenvoltura ao falar sobre a natação brasileira, Michael Phelps acredita que novos nomes surgirão impulsionados pela realização das Olimpíadas de 2016 e também poderão brigar por medalha.

"Provavelmente vocês começarão a prestar atenção em algum jovem nos próximos anos e será divertido de ver. Isso é algo que há em todo país-sede, ele sempre tem novos rostos que querem aparecer e representar seu País, fazer algo pelo País. Você sempre vê atletas mais preparados quando competem em casa", avaliou o recordista de medalhas dos Jogos.

Na manhã desta segunda-feira (11), o norte-americano utilizou uma hora para incentivar jovens brasileiros a nadarem. Ele foi ao Complexo Esportivo da Rocinha, onde interagiu na piscina com cerca de 20 crianças da comunidade ao lado do brasileiro Daniel Dias e do sul-africano Chad Le Clos.

Quando visitou o Rio de Janeiro pela primeira vez, em outubro, Phelps foi à Vila Olímpica Carlos Castilho, no Complexo do Alemão, onde também nadou com cerca de 20 crianças, para quem ainda passou curtas dicas de sua modalidade.

"Quando eu era mais novo, tinha o sonho de fazer algo diferente na natação, algo que ninguém nunca tinha feito e não desisti até conseguir isso. Essas crianças podem vir a esses centros, interagir com outras crianças, se divertir. Elas estavam sorrindo e isso é importante além de ter um objetivo".

Para ler mais notícias do Imirante Esporte, clique em imirante.com/esporte. Também siga o Imirante no Twitter e curta nossa página no Facebook

Leia outras notícias em ImiranteEsporte.com. Siga, também, o Imirante no Twitter, Instagram, curta nossa página no Facebook e se inscreva no nosso canal no Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do WhatsApp pelo telefone (98) 99209-2383.

© 2019 - Todos os direitos reservados.