Getty Images

Real enfrenta United no reencontro de CR7 contra seu ex-time

Gazeta Esportiva 13/02/2013 às 09h15

Cristiano Ronaldo será a estrela do duelo mais esperado das oitavas de final da Liga dos Campeões. Contra o Real Madrid, o Manchester United precisará enfrentar a grande fase do atacante português, que enfrenta seu ex-time pela primeira vez, e ainda superar o fraco retrospecto na Espanha em duelo marcado para as 17h45 (de Brasília) de quarta-feira, no estádio Santiago Bernabéu.

Como nos tempos de Manchester, o camisa 7 merengue vem liderando seu time em 2013. Neste ano, apesar de um gol contra que decretou uma derrota por 1 a 0 para o Granada, o melhor do mundo da temporada 2007/08 marcou 14 gols em 10 jogos, contando três hattrickse um gol pela seleção portuguesa.

Titular da lateral direita do United, o brasileiro Rafael exaltou o português. Responsável por marcar o jogador que protagonizou a maior transferência da história, o jovem de 22 anos espera que a experiência dos tempos de United ajudem na partida. “Para mim, Cristiano é o melhor do mundo, é um jogador completo. Eu sei o que ele pode fazer porque joguei e treinei muito com ele.

Além da preocupação com a fase de Cristiano, os Red Devils tentam melhorar seu histórico atuando na Espanha. No país ibérico, foram dez derrotas, oito empates e apenas duas vitórias nos últimos 20 jogos disputados. O técnico Alex Ferguson também encontra dificuldades em partidas contra o português José Mourinho. Em 14 partidas, foram duas vitórias do escocês, seis empates e seis derrotas.

Um dos favoritos para suceder o lendário treinador do Manchester, Mourinho falou sobre a partida, mas negou que o confronto simbolize um embate contra seu futuro time. “É o jogo mais importante da rodada e é uma partida que significa muito para o mundo do futebol. Conheço Ferguson e sei que ele também espera uma grande partida. Não planejo ser seu sucessor, vamos nos aposentar juntos – ele com 90 anos, eu com 70”, afirmou o bicampeão da Liga dos Campeões.

Boa parte do retrospecto negativo na Espanha do time inglês se deve aos jogos contra o próprio Real Madrid. Em quatro confrontos de mata-mata na Liga dos Campeões, o Manchester United eliminou o adversário de quarta-feira apenas uma vez, na temporada 1967/68. Na última vez em que as equipes se enfrentaram, os espanhóis eliminaram os Red Devils nas quartas de final da Liga dos Campeões de 2002/03 com direito a três gols de Ronaldo em pleno Old Trafford.

O Real Madrid tenta voltar a ter o sucesso de outros tempos na competição continental. Maior vencedor da Champions League com nove títulos, o clube não é campeão desde a temporada 2001/02, última vez em que chegou à final. O United, por outro lado, tem histórico menos glorioso (conquistou três títulos), mas vem fazendo grandes campanhas: desde a temporada 2008/09, foram três finais e um título.

Dúvidas para a partida, os defensores britânicos Jonny Evans e Phil Jones, do United, treinaram e podem atuar, enquanto o volante Paul Scholes e o meia Ashley Young se recuperaram de problemas no joelho para o jogo. O técnico José Mourinho, por outro lado, conta com o zagueiro luso-brasileiro Pepe e o volante espanhol Xabi Alonso, que se recuperaram de lesões. Marcelo, que estava afastado por má forma física, e Kaká foram relacionados para o jogo.

Leia outras notícias em ImiranteEsporte.com. Siga, também, o Imirante no Twitter, Instagram, curta nossa página no Facebook e se inscreva no nosso canal no Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do WhatsApp pelo telefone (98) 99209-2383.

© 2019 - Todos os direitos reservados.