Futebol

Sampaio deve anunciar novo técnico terça-feira

O Estado do Maranhão 23/02/2008 às 16h15

SÃO LUÍS - Após a saída do técnico Hércules Venzon, que entregou o cargo depois do confronto contra o São José de Ribamar, quinta-feira, no Estádio Nhozinho Santos, a diretoria do Sampaio Corrêa começou a procurar um novo técnico para a equipe. O novo comandante do Tubarão deve ser apresentado até a próxima terça-feira.

O auxiliar técnico Oswaldo Monteiro deve comandar o time no clássico contra o Moto Clube, amanhã, às 20h30, no Estádio Nhozinho Santos.

Para substituir Venzon, dois nomes estiveram “na berlinda” durante todo o dia de ontem: os dos treinadores Marcelo Vilar e Gilson Kleina. Vilar é o atual técnico do Central, de Caruaru (PE), enquanto Kleina está no comando do Caxias (RS).

Este último já dirigiu o Sampaio Corrêa em 2006, quando a equipe foi vice-campeã estadual. Na ocasião, o time perdeu o título do Campeonato Maranhense para o Moto Clube.

Ontem, o ex-técnico sampaíno, Hércules Venzon, chamou para si toda a responsabilidade pelos maus resultados. “Já havia falado antes com o Ricardo Alves (gerente de futebol do Sampaio) que, se perdêssemos novamente, iria sair para que os jogadores pudessem ter mais tranqüilidade para trabalhar. A competição é curta e o time precisa de resultados imediatos. Volto para casa e desejo sorte para o novo técnico”, explicou ele, que tem proposta para trabalhar como auxiliar-técnico de Paulo Bonamigo, que já teve passagem pelo Tricolor maranhense e, atualmente, dirige o Paraná (PR).

O treinador do São José de Ribamar, Sandow Feques, foi um dos nomes cotados. Ele chegou a ser sondado pela diretoria sampaína, que garantiu até sanar a pendência financeira contraída pela antiga gestão do clube. Feques, no entanto, preferiu continuar no Peixe-Pedra. “O presidente (Sampaio) Sérgio Frota é meu amigo. Ele me procurou assim que soube que o clube me devia uma quantia em dinheiro e me ofereceu uma proposta de salário muito boa, mas o presidente do Ribamar, Cláudio Figueiras, cobriu a proposta e, por isso, prefiro continuar aqui”, explicou.

A diretoria do Sampaio ainda não confirmou se contratará novos atletas para substituir os que não estão correspondendo aos anseios da torcida.

Os últimos atletas trazidos pelos dirigentes do Tricolor foram o goleiro Orlando, o atacante Ailton e o lateral-direito Riachão, que eram reservas do Boca Juniores (SE).

Leia outras notícias em ImiranteEsporte.com. Siga, também, o Imirante no Twitter, Instagram, curta nossa página no Facebook e se inscreva no nosso canal no Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do WhatsApp pelo telefone (98) 99209-2383.

© 2018 - Todos os direitos reservados.