Bate papo

Rafael Vaz fala sobre experiência no futebol chileno

Em entrevista, zagueiro eleito o melhor da posição no Campeonato Chileno 2018 contou como foi sua passagem pelo país e os planos para o futuro.
Imirante Esporte, com informações da CBF04/01/2019 às 13h39
Rafael Vaz fala sobre experiência no futebol chilenoCom a camisa da Universidad de Chile, Rafael Vaz marcou três gols em 2018. (Foto: Carlos Gregório Jr / CR Vasco da Gama)

SANTIAGO (CHILE) - De contestado no Brasil a melhor zagueiro do futebol chileno em 2018. A última temporada foi de redenção para Rafael Vaz. Antes de defender a Universidad de Chile, o zagueiro atuou no Flamengo entre 2016 e 2017. Mesmo titular em grande parte do tempo, ele sempre sofreu com criticas da torcida rubro-negra. Emprestado à "La U" no começo deste ano, o jogador cravou a titularidade na zaga chilena a caiu nas graças dos torcedores.

Em entrevista exclusiva ao site da CBF, Vaz disse estar extremamente satisfeito com seu rendimento ao fim da primeira experiência nos gramados do Chile.

"Foi uma temporada de desafios e objetivos cumpridos. Cheguei em um novo país, com um novo estilo de futebol, e precisei me adaptar com rapidez. Fui muito bem recebido, o que facilitou bastante todo o processo. Fico bem contente e orgulhoso por tudo que construí nesta primeira temporada chilena", exaltou Rafael Vaz.

O defensor não hesitou em responder "sim" quando perguntado se esse é seu melhor momento na carreira. Vaz disputou 29 jogos com a camisa da Universidad de Chile, balançando três vezes as redes em 2018.

"Acredito que sim. Venho trabalhando muito para manter uma evolução constante nos últimos anos e tenho conseguido, felizmente. Pude trabalhar com grandes treinadores e dividir o campo com excelentes profissionais, o que certamente me ajuda demais a evoluir e melhorar a cada temporada. Mas este ano foi especial, por todo o processo de mudança e por conseguir vencer em um novo país", contou.

Em dezembro, o defensor de 30 anos foi anunciado como novo reforço do Goiás para a disputa da Serie A do Brasileirão 2019.

ADAPTAÇÃO NO CHILE

"Sempre há. Mudar de ares nunca é um processo fácil. É outro estilo de jogo, de treino, outra língua, uma cultura diferente também. Mas como disse, além de ter me preparado para encarar essas dificuldades, fui muito bem recebido por todos, o que me ajudou bastante desde o início", esclareceu.

FUTEBOL CHILENO

"Aqui o jogo é um pouco mais tático e tem uma intensidade sobrenatural. Os times jogam de forma muito compacta, e é preciso saber se posicionar em campo. No Brasil, você tem mais capacidade técnica, acredito eu", contou.

MOMENTOS MARCANTES

"Tiveram muitos momentos especiais. Mas o gol do título Estadual pelo Vasco e a partida do título do ano seguinte pelo Flamengo foram especiais demais. Ser bicampeão estadual por dois gigantes do Rio era uma coisa que eu não poderia imaginar. Sou muito grato a Deus por ter me dado essas oportunidades", disse.

Leia outras notícias em ImiranteEsporte.com. Siga, também, o Imirante no Twitter, Instagram, curta nossa página no Facebook e se inscreva no nosso canal no Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do WhatsApp pelo telefone (98) 99209-2383.

© 2018 - Todos os direitos reservados.