Copa do Mundo 2018

Prefeito de Sochi vai a treino para despedir-se da Seleção Brasileira

Anatoly Pakhomov foi recebido por Rogério Caboclo, chefe de delegação da Seleção Brasileira na Rússia e o CEO da CBF, e pelo coordenador de seleções, Edu Gaspar.
Imirante Esporte, com informações da CBF04/07/2018 às 22h20
Prefeito de Sochi vai a treino para despedir-se da Seleção BrasileiraO prefeito recebeu uma camisa autografada pelos jogadores, que irá, segundo ele, para um museu local. ( Foto: Divulgação / CBF)

RÚSSIA - O prefeito de Sochi, Anatoly Pakhomov, esteve no último treino da Seleção Brasileira na cidade nesta quarta-feira (4). Ele foi recebido por Rogério Caboclo, chefe de delegação da Seleção Brasileira na Rússia e o CEO da CBF, e pelo coordenador de seleções da CBF, Edu Gaspar.

Leia também:

Após vitória sobre o México, Seleção Brasileira volta aos treinos

Seis europeus e dois sul-americanos continuam na briga pela Copa

Douglas Costa poderá ficar no banco no jogo contra a Bélgica

– A cidade é maravilhosa. Foi uma grande experiência para todos nós. Muito boa a recepção aqui. Ficamos satisfeitos – disse Caboclo no encontro.

Anatoly desejou boa sorte para o time brasileiro nas próximas fases da Copa do Mundo e afirmou que a passagem do Brasil pela cidade ficará para sempre na história local.

Edu Gaspar comentou com o prefeito que não só os atletas sentiram-se acolhidos na cidade como também os seus familiares, que passaram os últimos dias curtindo as atrações locais.

A autoridade agradeceu pela escolha do balneário russo para ser a sede do Brasil na Copa do Mundo. A equipe brasileira ficou hospedada na cidade por 24 dias no Swissotel Resort, onde foi montada toda a estrutura para receber os atletas, comissão técnica e equipe de apoio. A Seleção também utilizou dois campos de futebol anexos ao hotel, sendo um deles da administração pública de Sochi, o estádio Slava Metreveli, onde aconteceu o último treino brasileiro.

O encontro terminou com uma troca de presentes entre as autoridades. Anatoly presenteou a CBF com chás típicos, Matrioskas e um livro que conta a história da turística Sochi. Já o prefeito recebeu uma camisa autografada pelos jogadores, que irá, segundo ele, para um museu local.

Leia outras notícias em ImiranteEsporte.com. Siga, também, o Imirante no Twitter, Instagram, curta nossa página no Facebook e se inscreva no nosso canal no Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do WhatsApp pelo telefone (98) 99209-2383.

© 2019 - Todos os direitos reservados.