Premiação

Brasileiros brilham na premiação da Liga Mundial de Surfe

Mineirinho, Silvana Lima e Gabriel Medina representaram os brasileiros.
Gazeta Esportiva07/03/2016 às 14h42

AUSTRÁLIA - Nesta segunda-feira, a WSL (Liga Mundial de Surfe) realizou o evento de gala anual que premia os melhores da modalidade na última temporada, em Gold Coast, na Austrália. Destaque para Adriano de Souza, o Mineirinho, que recebeu o novo troféu estilizado pela entidade.

E não foi só o prêmio entregue ao paulista que chamou atenção. O tricampeão Mick Fanning relatou um episódio que passou com Mineirinho que poucos tinham conhecimento, e que enalteceu ainda mais o detentor do título de 2015.

“Uma coisa que poucas pessoas sabem é que quando Adriano soube do que aconteceu comigo em J-Bay (ataque de tubarão), ele já estava no aeroporto e havia feito check-in para seu voo. Porém, ele deu meia volta e retornou para Porto Elizabeth para ficar comigo. Este é um enorme testamento de seu caráter. Eu te amo, irmão”, declarou o australiano.

Além de ser homenageado, Adriano discursou e relembrou a infância pobre e as dificuldades pelas quais passou até chegar ao topo do surfe mundial, bem como agradeceu a todos que o apoiaram.

Contudo, não foi apenas Mineirinho que representou o Brasil. Gabriel Medina, campeão mundial em 2014, levou o prêmio de “melhor manobra do ano”. Filipe Toledo venceu como “performance mais impressionante” e Ítalo Ferreira foi reconhecido como “calouro do ano”.

No feminino, o país também foi representado. Silvana Lima levou o mesmo prêmio que Medina, como “melhor manobra do ano”.

Confira abaixo a exibição que garantiu a Gabriel Medina o troféu.


Leia outras notícias em ImiranteEsporte.com. Siga, também, o Imirante no Twitter, Instagram, curta nossa página no Facebook e se inscreva no nosso canal no Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do WhatsApp pelo telefone (98) 99209-2383.

© 2019 - Todos os direitos reservados.