Campeonato Espanhol

Real empata com Betis e fica mais distante dos líderes

Time merengue ficou apenas no 1 a 1 fora de casa.
Gazeta Esportiva24/01/2016 às 20h29

SÃO PAULO - O Real Madrid parou no goleiro Adán na tentativa de se manter colado ao Barcelona e ao Atlético de Madrid, que dividem a liderança do Campeonato Espanhol. Fora de casa, a equipe merengue buscou o empate por 1 a 1 com o Betis, mas não conseguiu a virada em Sevilha.

Com o resultado, o primeiro tropeço sob comando de Zinedine Zidane, o time branco seguiu na terceira colocação e ficou com 44 pontos, quatro a menos do que os líderes – o Barcelona, que venceu na rodada, tem um jogo a menos. O Betis, com 22, está em 14º lugar, perto da zona de rebaixamento à segunda divisão.

Na próxima rodada, os comandados de Zinedine Zidane recebem o Espanyol, às 17h30 (de Brasília) do domingo, no Santiago Bernabéu. Já os alviverdes da Andaluzia fazem uma visita ao País Basco, na cidade de San Sebastián, para encarar a Real Sociedad.

Os donos da casa começaram com tudo. Aproveitando o embalo da torcida e certa displicência do Real na saída de bola, o Betis logo abriu o placar. Aos sete minutos, Rubén Castro ganhou na velocidade de Danilo, invadiu a área e bateu firme para defesa de Navas. A bola subiu, Fabián e Pepe brigaram pelo rebote, e ela acabou sobrando para Cejudo. De primeira, da entrada área, ele acertou o ângulo esquerdo, fazendo vir abaixo o estádio.

A pressão foi tão intensa no começo que os anfitriões se cansaram rapidamente. A partir dos 20 minutos, só deu Real. O empate poderia ter vindo com Cristiano Ronaldo e Pepe, mas ambos perderam chances frente a frente com Adán. O juiz também ajudou ao não ver pênalti claro do ex-corintiano Petros, que chegou atrasado e atropelou Benzema por trás.

Mais inteiro fisicamente após o intervalo, o Bétis conseguiu equilibrar as ações no começo da segunda etapa, principalmente por segurar mais a bola no ataque e não entregá-la a todo momento para o bom toque de bola do trio Modric, Kroos e James.

O Real buscou com ímpeto a virada, mas acabou não tendo sucesso e ainda levou um susto. Rubén Castro esteve perto de fazer o gol da vitória dos donos da casa, aos 44 minutos, em chute que passou muito perto do gol de Navas.

Leia outras notícias em ImiranteEsporte.com. Siga, também, o Imirante no Twitter, Instagram, curta nossa página no Facebook e se inscreva no nosso canal no Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do WhatsApp pelo telefone (98) 99209-2383.

© 2019 - Todos os direitos reservados.