Eliminatórias da Copa

Diante da Colômbia, Argentina encerra jejum nas Eliminatórias

Mesmo com vários desfalques e jogando fora de casa, os argentinos bateram os colombianos.
Gazeta Esportiva17/11/2015 às 21h27

BARRANQUILLA (COLÔMBIA) - Após três jogos, a Argentina finalmente conseguiu vencer nas Eliminatórias Sul-Americanas para a Copa do Mundo de 2018. Nesta terça-feira, os rojiblancos derrotaram a Colômbia por 1 a 0, no Estádio Metropolitano Roberto Meléndez, em Barranquilla, pela quarta rodada. Biglia foi o autor do gol que encerrou o jejum dos visitantes e complicou a vida dos anfitriões.

O técnico Gerardo Martino não pôde contar com peças importantes, como Messi, Tevez, Agüero e Pastore, que estão lesionados. Por isso, entrou em campo com Sergio Romero; Mercado, Otamendi, Funes Mori, Marcos Rojo; Mascherano, Biglia, Banega; Di María, Higuaín e Lavezzi. O treinador José Pekerman também teve de lidar com os desfalques de Falcao García e Jackson Martínez e escalou Ospina; Fabra, Zapata, Murillo, Palacios; Mejía, Torres, James, Macnelly; Teo e Bacca.

Com o resultado positivo, os argentinos subiram na tabela e chegaram aos cinco pontos. Já os colombianos caíram na classificação e continuaram com quatro somados. As seleções voltam a campo pelas Eliminatórias apenas em 2016, no final de março. A Colômbia tem compromisso marcado com a Bolívia, enquanto a Argentina enfrenta o Chile.

Os visitantes levaram perigo com 12 minutos de bola rolando. Di María acelerou pelo lado esquerdo, foi até à linha de fundo e fez cruzamento rasteiro para Higuaín, que chutou de primeira por cima do gol.

Os argentinos abriram o placar com 19 jogados. Em rápido contra-ataque, Biglia abriu na direita, e Lavezzi recebeu dentro da área. O atacante cruzou, Zapata furou, e o meia da Lazio apareceu novamente para empurrar para o fundo das redes.

A equipe rojiblanca ameaçou outra vez aos 39. Higuaín deu bom passe para Di María, que avançou desmarcado e ficou cara a cara com o goleiro Ospina. O atacante do PSG deslocou o arqueiro, mas acabou finalizando para fora.

No início do segundo tempo, a Argentina tinha mais posse de bola, fazendo com que a Colômbia ficasse recuada em seu campo de defesa, até que, aos 20 minutos, os cafeteros levaram perigo. Após troca de passes na área, Muriel ficou com a bola, dominou e chutou, mas por cima do gol.

Os argentinos conseguiram balançar as redes novamente aos 35 minutos, mas o tento foi anulado. Dybala recebeu bom passe, ficou na cara do gol e bateu para o fundo das redes. Porém, o auxiliar indicou o impedimento, de forma duvidosa.

Os rojiblancos tiveram a última boa oportunidade com 45 jogados. Dentro da área, Dybala girou sobre Zapata e finalizou frente a frente com Ospina, mas a bola acertou a trave. Os colombianos perderam chance de empatar aos 47. Em falha da defesa, Murillo desperdiçou o gol livre ao chutar para fora.

Leia outras notícias em ImiranteEsporte.com. Siga, também, o Imirante no Twitter, Instagram, curta nossa página no Facebook e se inscreva no nosso canal no Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do WhatsApp pelo telefone (98) 99209-2383.

© 2019 - Todos os direitos reservados.