Vôlei

Brasil leva susto, mas vira e vence o Japão na estreia do Grand Prix

As comandadas do técnico José Roberto Guimarães derrotaram o Japão, de virada, por 3 sets a 1.
Gazeta Esportiva03/07/2015 às 11h51

Atual campeã do Grand Prix, a Seleção Brasileira feminina de vôlei estreou com vitória na edição de 2015 do torneio. Na manhã desta sexta-feira, as comandadas do técnico José Roberto Guimarães derrotaram o Japão, de virada, por 3 sets a 1, com parciais de 21/25, 25/21, 25/17 e 27/25, em Bancoc, na Tailândia.

Com o resultado, o Brasil lidera o Grupo A, com três pontos. Mais cedo, a anfitriã desta primeira etapa, a Tailândia, derrotou a Sérvia, por 3 a 2, somando duas unidades por ter vencido em cinco sets. As sérvias aparecem na terceira colocação, com um ponto, à frente do lanterna Japão, zerado por ter perdido por uma diferença de duas parciais.

Sem Thaisa (recuperando-se de cirurgia), Tandara (grávida), Sheila (folga), Jaqueline e Fabiane (treinando em Saquarema), a Seleção sofreu por conta do desentrosamento e apresentou alguns erros, principalmente na recepção, fator decisivo na derrota do primeiro set. No entanto, as atacantes evoluíram durante a partida e o bloqueio funcionou bem em todo o jogo, facilitando a virada verde e amarela.

As ponteiras Gabi e Fernanda Garay foram as maiores pontuadoras da partida, com 16 acertos. Juntas, elas anotaram sete pontos de bloqueio. Pelo lado japonês, Miyu Nagaoka foi o grande destaque, com 15 tentos, sendo todos de ataque.

O Brasil volta à quadra pelo Grand Prix na madrugada de sexta para sábado, às 4 horas (de Brasília), quando enfrentará a Sérvia, novamente em Bancoc, na Tailândia. Nesta primeira etapa, as brasileiras jogarão mais oito vezes em busca da classificação à fase final, que será realizada nos Estados Unidos, país já garantido por ser sede.

O jogo - O Brasil começou a partida um pouco melhor e, graças ao bloqueio, conseguia manter uma ligeira vantagem no placar. As comandadas de Zé Roberto foram para a segunda parada técnica obrigatória vencendo por 16/15. Na sequência, porém, os erros de recepção foram cruciais para que as japonesas virassem o marcador (18/16). A equipe asiática ainda ampliou a vantagem e fechou o primeiro set em 25/21.

As brasileiras voltaram melhores no setor ofensivo, embora continuassem apresentando dificuldades na recepção. Com boas atuações de Joyce e Gabi, a Seleção abriu quatro pontos de vantagem, ficando próxima da igualdade na partida (16/12). Na parte final do segundo set, o Japão reagiu e conseguiu empatar em 20/20, entretanto o Brasil acertou a defesa e, com uma série de pontos consecutivos, venceu a segunda parcial com um novo 25/21.

No terceiro, a equipe Nacional se acertou de vez. Com um bloqueio muito preciso e um ataque impiedoso, o Brasil dominou as japonesas, que ficaram atrás no placar durante toda a parcial. Resultado: 25 a 17 para a Seleção, que virou o confronto.

Buscando o empate, o Japão começou o quarto set com mais agressividade e contou com o relaxamento brasileiro para liderar o placar até a parte final, indo para a segunda parada técnica vencendo por 16/14. No entanto, o trio formado por Juciely, Fernanda Garay e Gabi tratou de mudar o panorama do jogo e virar a parcial em 19/16.

As nipônicas chegaram a empatar novamente o quarto set em 24/24, mas o Brasil cresceu no momento mais decisivo do duelo e fechou a conta com 27/25, vencendo sua estreia no principal campeonato do ano.

Leia outras notícias em ImiranteEsporte.com. Siga, também, o Imirante no Twitter, Instagram, curta nossa página no Facebook e se inscreva no nosso canal no Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do WhatsApp pelo telefone (98) 99209-2383.

© 2019 - Todos os direitos reservados.