Surf

Filipe Toledo comemora título de etapa do mundial de surfe: "Melhor sensação do mundo"

Com a nota 10 conquistada na última onda, Filipinho venceu a bateria decisiva.
Gazeta Esportiva13/03/2015 às 18h21

GOLD CAST - Após o título inédito de Gabriel Medina no Circuito Mundial de surfe (WCT) no ano passado, o Brasil teve mais motivos para comemorar. Na abertura da temporada 2015 nas ondas de Gold Coast, na Austrália, o jovem Filipe Toledo, de 19 anos, foi o vencedor da etapa inaugural após bater o local Julian Wilson com direito a nota 10 na bateria final. Estreante na final da elite, o surfista de Ubatuba comemorou a vitória inédita.

"Essa é a melhor sensação do mundo e estou muito feliz por começar o ano com vitória. Só Deus e minha família sabem o quanto eu tenho treinado para estar aqui hoje, tanto física como mentalmente. Eu estava muito confiante durante todo o evento e quero dedicar esta vitória ao meu pai (o bicampeão brasileiro Ricardo Toledo) e toda a minha família que sempre está junto comigo me dando força. Só sei que este será um grande ano para os brasileiros e provamos isso aqui em Snapper Rocks", festejou Filpinho.

Com a nota 10 conquistada na última onda, Filipinho venceu a bateria decisiva por 19,60 a 14,70 e atualmente lidera o ranking da competição, somando 10.000 pontos e repetindo o feito de Medina, campeão em Gold Coast no ano passado. Filipinho falou sobre a motivação que a conquista do colega de São Sebastião teve na busca por seus objetivos.

"Esta minha última onda foi realmente incrível e fiquei muito contente pelos juízes terem me dado nota 10. O ano passado foi fantástico para o Brasil, com o Gabriel deixando todos nós orgulhosos pelo título mundial. A conquista dele foi definitivamente uma grande motivação para mim, pois mostrou que podemos chegar lá também. Agora eu sou o número 1 do mundo, nem consigo acreditar, estou muito feliz. E a torcida brasileira é sensacional. Não importa o tempo, se está sol ou chovendo, eles estão sempre nas praias torcendo pra gente e eu adoro o povo brasileiro", acrescentou.

Dos oito finalistas que avançaram para as quartas de final, quatro eram brasileiros e quatro australianos. Mas a semi teve duelo totalmente verde-amarelo: utilizando manobras modernas e progressivas, Filipinho venceu Adriano de Souza – que despachou Mick Fanning – por 17,23 a 10,34, enquanto Miguel Pupo acabou derrotado por Wilson por 16.26 a 15.60.

A próxima etapa do WCT será realizada em Bells Beach, também na Austrália, entre os dias 1º e 12 de abril. Desclassificado por interferência diante de Glenn Hall na terceira fase, Medina não somou pontos em Gold Coast.

Leia outras notícias em ImiranteEsporte.com. Siga, também, o Imirante no Twitter, Instagram, curta nossa página no Facebook e se inscreva no nosso canal no Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do WhatsApp pelo telefone (98) 99209-2383.

© 2019 - Todos os direitos reservados.