tênis

Quatro décadas depois, Melo põe Brasil de volta à final de Wimbledon

Gazeta Esportiva04/07/2013 às 15h25

Após 46 anos, o Brasil voltará a ter um representante na final de Wimbledon. A vaga na decisão da grama sagrada foi alcançada por Marcelo Melo, que, ao lado do croata Ivan Dodig, venceu o indiano Leander Paes e o tcheco Radek Stepanek, em cinco sets, com parciais de 3/6, 6/4, 6/1, 3/6 e 6/3, após quase três horas.

Com o triunfo, Melo é o primeiro brasileiro a chegar à decisão do torneio inglês após Maria Esther Bueno. A maior tenista do Brasil foi vice-campeã na chave de duplas em 1967 e campeã em cinco ocasiões (1958, 60, 63, 65 e 66). A marca também faz com que ele seja o único jogador masculino na chave de duplas a ter conseguido chegar à decisão.

Classificado, Marcelo e Dodig terão um grande desafio pela frente, já que enfrentarão os irmãos norte-americanos Bob e Mike Bryan, melhor dupla da atualidade, que se classificaram ao vencer o indiano Rohan Boppana e o francês Edouard Roger-Vasselin, com placar final de 6/7 (4-7), 6/4, 6/4, 5/7 e 6/3.

Depois de um set bem disputado, em que uma quebra sofrida no sexto ponto foi crucial para definir o resultado final, o brasileiro e o croata travaram um grande duelo para conseguirem empatar. Bem diferente das duas primeiras parciais, a terceira foi marcada pelo domínio da dupla cabeça de chave número 14, que foi muito bem nas devoluções e garantiu a vantagem após apenas 22 minutos.

No entanto, no quarto set, os adversários voltaram ao jogo e também dominaram para deixar o duelo empatado e levar para a decisão. Na parcial decisiva, Dodig e Melo salvaram um break-point para confirmarem o saque no primeiro game. A partir daí, a partida continuou equilibrada até que eles conseguiram uma quebra no oitavo ponto e sacaram para garantir a classificação inédita.

A vitória também marca a melhor campanha dos dois tenistas na temporada. Neste ano, o máximo que eles haviam conseguido era chegar às quartas de final do Masters 1000 de Indian Wells, nos Estados Unidos. Em Roland Garros, os dois pararam nas oitavas.

Leia outras notícias em ImiranteEsporte.com. Siga, também, o Imirante no Twitter, Instagram, curta nossa página no Facebook e se inscreva no nosso canal no Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do WhatsApp pelo telefone (98) 99209-2383.

Selo IVC
© 2019 - Todos os direitos reservados.