Vôlei

Brasil está pronto para estreia na Liga Mundial

Gazeta Esportiva06/06/2013 às 10h31

A Seleção Brasileira masculina fará sua estreia na Liga Mundial de vôlei nesta sexta-feira, diante da Polônia, que além de ser a atual campeã, ainda tem a vantagem de atuar em casa, com promessa de grande torcida em Varsóvia, uma vez que a modalidade é considerada a mais importante do país. Será nessas condições adversas que o Brasil colocará a prova uma equipe renovada no confronto marcado para às 12h45 de Brasília.

Com a aposentadoria de Giba, Ricardinho, Rodrigão e Serginho, a Seleção passa por um momento de renovação, com o levantador Bruninho como novo capitão do time. A equipe encarou um período de treinamentos no Centro de Desenvolvimento do Voleibol, em Saquarema, no Rio de Janeiro, além de realizar dois amistosos contra a Rússia, em Moscou, para chegar mais entrosada e preparada para o duelo pelo Liga Mundial.

“Estamos em um novo ciclo, mas com o mesmo pensamento de muito trabalho e muito empenho. Temos uma responsabilidade grande com a passagem de bastão desses grandes jogadores. Teremos que suprir a falta deles com a mesma filosofia que eles implantaram desde 2001 e vamos continuar tentando sempre estar entre os melhores, como aconteceu nesses últimos 12 anos", afirmou Bruninho, que se destaca como um dos líderes do time.

Apesar dos esforços para reunir a equipe nos treinamentos em Saquarema, Bruninho considera que o time não atingiu o tempo ideal de preparação, mas confia na motivação dos jogadores. "Não tivemos o tempo de treinamento ideal, mas temos um grupo jovem, com muita vontade de mostrar, de começar vencendo, então, sem dúvida alguma a motivação é enorme para começarmos esse ciclo com tudo na Liga Mundial", considerou.

Um dos jogadores que faz parte desta renovação dentro da Seleção Brasileira é o ponteiro Lucarelli, de 21 anos, que não esconde a ansiedade pela estreia. "Estou ansioso por vários motivos. Vai ser o primeiro jogo com a seleção adulta em uma Liga Mundial e contra um time muito forte. Temos estudado bastante o adversário e espero me sair bem para conseguir ajudar o Brasil a conseguir a vitória. Os treinos estão muito bons. Estamos trabalhando forte, todos estão dando o máximo, com muita vontade, e espero que a equipe consiga fazer o mesmo na hora da partida", afirmou.

O técnico Bernardinho ressalta a dificuldade do confronto. "A Polônia vai brigar não só para estar nas finais da Liga Mundial, como para conquistar o título mais uma vez", destacou.

Leia outras notícias em ImiranteEsporte.com. Siga, também, o Imirante no Twitter, Instagram, curta nossa página no Facebook e se inscreva no nosso canal no Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do WhatsApp pelo telefone (98) 99209-2383.

© 2019 - Todos os direitos reservados.