Série B

Com dois gols de Ciel, Sampaio Corrêa arranca empate fora de casa contra o Vitória

Tricolor evitou derrota após sofrer dois gols do Leão no primeiro tempo e permanece no G4 da Série B.
Gustavo Arruda / Imirante Esporte13/07/2021 às 23h44
Com dois gols de Ciel, Sampaio Corrêa arranca empate fora de casa contra o VitóriaVitória e Sampaio Corrêa se enfrentaram pela 11ª rodada da Série B. (Pietro Carpi / EC Vitória)

SALVADOR - Disputando a segunda partida consecutiva como visitante pelo Campeonato Brasileiro Série B, o Sampaio Corrêa esbanjou valentia na noite desta terça-feira (13) e buscou um ponto que parecia perdido na competição nacional. Em duelo válido pela 11ª rodada da Segundona e disputado no Estádio Barradão, o Tricolor não teve um bom desempenho no primeiro tempo diante do Vitória, mas contou com grande atuação de Ciel para arrancar o empate por 2 a 2, resultado que mantém a equipe maranhense entre as melhores campanhas do torneio.

Pressionado por uma série de cinco jogos sem vitórias e perto da zona de rebaixamento, o Vitória tomou a iniciativa diante do Sampaio Corrêa e abriu o placar logo aos oito minutos do primeiro tempo, em cobrança de pênalti de Dinei, após David ser derrubado na grande área pelo goleiro Mota. Com maior posse de bola, o Sampaio esboçou uma pressão, mas o Vitória se fechou bem e ampliou a vantagem aos 30 minutos, com David, que recebeu passe de Fernando Neto em profundidade e bateu cruzado, sem chances para Mota. Na etapa final, o Leão teve duas ótimas oportunidades para marcar o terceiro gol, porém, falhou nas conclusões e foi castigado pelo Sampaio, que contou com a estrela do atacante Ciel: o camisa 99 diminuiu o prejuízo em cobrança de pênalti aos 17 minutos, após ser derrubado por Cedric na grande área, e acertou uma bela cobrança de falta aos 47 minutos, salvando o Tubarão da derrota em Salvador.

Com o empate em Salvador, o Sampaio Corrêa chegou aos 19 pontos em 11 partidas disputadas na Série B e permanece na terceira colocação da competição nacional. O Tricolor ainda pode perder uma posição, caso o Goiás vença o CSA fora de casa, mas não vai deixar o G4 da Segundona nesta rodada. Já o Vitória, com apenas nove pontos, está em 16º lugar na Série B e só não ocupa uma vaga na zona de rebaixamento por ter melhor saldo de gols que a Ponte Preta.

Depois de duas partidas seguidas fora de casa, o time do Sampaio Corrêa volta a jogar no Estádio Castelão na noite desta sexta-feira (16), às 21h30, diante do Coritiba, em duelo com transmissão da rádio Mirante AM e cobertura completa do Imirante Esporte. O Vitória, por sua vez, encara o Brasil de Pelotas na manhã deste sábado (17), às 11h, no Estádio Bento Freitas.

O jogo

O Sampaio Corrêa até tentou segurar a posse de bola no começo da partida contra o Vitória, mas o primeiro ataque da equipe rubro-negra mudou completamente o cenário da partida. Após David ser derrubado por Mota na grande área, Dinei cobrou pênalti com força e abriu o placar aos oito minutos. O Sampaio ainda tentou uma resposta rápida aos 11, porém, a cobrança de falta de Ciel passou por cima do gol.

Determinado a buscar o empate, o Sampaio Corrêa avançou suas linhas, trocou passes no campo de ataque, entretanto, não apresentou eficiência no último passe. Apostando todas as suas fichas no contragolpe, o Vitória aproveitou mais uma oportunidade aos 30 minutos: após belo passe de Fernando Neto, David invadiu a área e chutou cruzado no canto direito de Mota, ampliando a vantagem rubro-negra no Barradão.

Na reta final do primeiro tempo, a equipe do Sampaio Corrêa concentrou suas jogadas em Pimentinha, que até ganhava a maioria dos duelos contra a marcação do Vitória, mas não conseguia dar sequência ao lance. Enquanto isso, o Vitória assustava em seus poucos avanços: Bruno Oliveira, aos 36, cobrou falta na direção do gol, e Mota segurou firme.

Em noite inspirada, Ciel salva Sampaio da derrota

Depois de um primeiro tempo em que jogou nos erros da defesa do Sampaio Corrêa, o Vitória foi para cima do Tricolor na etapa final, com o objetivo de garantir o triunfo em casa o quanto antes. Aos sete minutos, Bruno Oliveira tabelou com David e perdeu ótima chance pelo Leão. Pouco depois, aos 10, foi a vez de David receber passe de Dinei e parar em ótima defesa de Mota.

Quando a situação parecia perdida, o Sampaio Corrêa encontrou a luz no fim do túnel aos 17 minutos. Após ser derrubado por Cedric na grande área, Ciel cobrou pênalti com categoria, deslocando o goleiro Ronaldo, e diminuiu o placar pela Bolívia Querida. Animado, o Sampaio quase conseguiu o empate aos 28, após Ciel receber passe de Romarinho e ser travado pela defesa do Vitória.

Pressionado, o Vitória voltou ao campo de ataque e desperdiçou mais uma oportunidade para marcar o terceiro gol. Pedrinho, aos 38 minutos, avançou pela esquerda, bateu forte e parou em mais uma grande defesa de Mota. O Sampaio, por sua vez, perdeu uma chance com Felipinho, que arriscou o chute para defesa de Ronaldo aos 45 minutos, mas teve seu esforço recompensado logo em seguida: Ciel, já aos 48, cobrou falta no canto direito de Ronaldo e garantiu um heroico empate do Tubarão no Barradão.

FICHA TÉCNICA

VITÓRIA: Ronaldo; Cedric, Thalisson Kelven, Wallace Reis (Marcelo Alves) e Pedrinho; Gabriel Bispo, João Pedro (Eduardo), Fernando Neto e Bruno Oliveira (Soares); David (Roberto) e Dinei (Eron). Treinador: Ramon Menezes

SAMPAIO CORRÊA: Mota; Luis Gustavo (Watson), Nilson Junior, Paulo Sérgio e Zé Mário (Felipinho); Mauro Silva, Ferreira (Jefinho) e Eloir (Romarinho); Pimentinha, Jean Silva (Roney) e Ciel. Treinador: Felipe Surian

Leia outras notícias em ImiranteEsporte.com. Siga, também, o Imirante no Twitter, Instagram, curta nossa página no Facebook e se inscreva no nosso canal no Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do WhatsApp pelo telefone (98) 99209-2383.

© 2019 - Todos os direitos reservados.