Série B

Sampaio Corrêa é derrotado pelo Avaí no Castelão e deixa o G4 da Série B

Após três tropeços consecutivos na Segundona, Tricolor está fora da zona de acesso à elite do futebol brasileiro.
Gustavo Arruda / Imirante Esporte15/12/2020 às 21h49
Sampaio Corrêa é derrotado pelo Avaí no Castelão e deixa o G4 da Série BMesmo jogando em casa, o Sampaio Corrêa perdeu para o Avaí e perdeu uma posição na classificação da Série B. (Lucas Almeida / L17 Comunicação / Sampaio Corrêa FC)

SÃO LUÍS - Depois de uma intensa e merecida euforia por entrar na briga pelo G4 do Campeonato Brasileiro Série B, além de se livrar do rebaixamento, o torcedor do Sampaio Corrêa ligou o sinal de alerta na reta final da competição nacional. Em duelo válido pela 29ª rodada da Segundona e disputado na noite desta terça-feira (15), no Estádio Castelão, a Bolívia Querida não fez valer o fator casa: com uma apresentação abaixo das expectativas, o Sampaio foi derrotado por 1 a 0 pelo Avaí e deixou a zona de acesso à elite do futebol brasileiro.

Embalado pela vitória sobre a Ponte Preta em confronto direto para encostar no G4, o Avaí não se limitou a jogar no campo defensivo diante do Sampaio Corrêa e abriu o placar aos 17 minutos, com Gaston Rodriguez, que recebeu cruzamento de Rômulo, foi mais rápido que a defesa tricolor e fez o desvio para o gol. Depois disso, o cenário da partida não teve maiores alterações na maior parte do tempo: enquanto o Avaí se defendia e assustava nos contragolpes, o Sampaio lutou pelo gol de empate no Castelão, sem sucesso.

Sem vencer há três jogos, o Sampaio Corrêa caiu para a quinta colocação da Série B, com 45 pontos, dois a menos que Cuiabá e Juventude, que dividem a terceira colocação da competição nacional. Já o Avaí, com 43 pontos, permanece na sétima posição da Segundona e está mais vivo do que nunca na briga por uma vaga na Primeira Divisão em 2021.

Pressionado, o Sampaio Corrêa volta a campo pela Série B na tarde deste sábado (19), às 16h30, em partida diante do Náutico, no Estádio dos Aflitos, pela 30ª rodada da Segundona. O duelo entre o Timbu e a Bolívia Querida terá transmissão da rádio Mirante AM e cobertura completa do Imirante Esporte. Antes disso, na sexta-feira (18), o Avaí recebe o Cruzeiro a partir das 20h15, no Estádio da Ressacada, em Florianópolis.

O jogo

Mesmo enfrentando um candidato ao acesso e jogando fora de casa, o Avaí não se intimidou e tomou a iniciativa diante do Sampaio Corrêa no Castelão. Logo aos sete minutos, o zagueiro Alan Costa aproveitou cobrança de escanteio de Valdivia, fez o desvio de cabeça e quase abriu o placar para o Leão da Ilha. A resposta tricolor veio aos 12 minutos: após belo passe de Marcinho, Caio Dantas invadiu a área e chutou forte, para grande defesa de Gledson.

Sem mudar a proposta de jogo, o Avaí teve seu esforço recompensado aos 17 minutos. Após avanço pela direita, Rômulo fez um cruzamento preciso para Gaston Rodriguez, que ganhou a disputa com Flávio Boaventura e finalizou bem, sem chances para Gustavo. Tentando se encaixar na partida após o gol sofrido, o Sampaio só voltou a levar perigo ao gol da equipe catarinense aos 28, com Léo Costa, que aproveitou sobra de bola na entrada da grande área e arriscou o chute, que passou por cima do gol.

A reta final de primeiro tempo foi marcada pela intensidade das duas equipes: Valdivia, aos 41, quase marcou um belo gol pelo Avaí em chute de fora da área, e Paulo Sérgio, aos 43, teve boa oportunidade pelo Sampaio, cabeceando para fora uma cobrança de escanteio de Marcinho. O Avaí voltou a assustar no Castelão aos 45: após cruzamento de Vinícius Leite, Getúlio cabeceou sozinho e acertou a trave direita de Gustavo. No minuto seguinte, Marcinho cobrou falta pelo Sampaio, e a bola passou perto do canto esquerdo de Gledson.

Sampaio se esforça, mas Avaí se segura no Castelão

Assim que a arbitragem iniciou o segundo tempo, o Sampaio Corrêa avançou suas linhas e tentou sufocar o Avaí com troca de passes no campo de ataque, além de marcação intensa na saída de bola do Leão. Aos 11 minutos, Pimentinha teve uma boa chance pelo Tricolor, após avançar pela direita, cortar para o meio e chutar forte, obrigando Gledson a fazer a defesa em dois tempos. Já aos 13, o Tubarão teve sua melhor oportunidade: lançado por Roney, o artilheiro Caio Dantas tocou a bola por cima de Gledson, mas a bola saiu pela linha de fundo, tirando tinta da trave esquerda.

Depois da pressão inicial do Sampaio Corrêa, o Avaí também criou suas oportunidades de gol na etapa final. Pedro Castro, aos 19 minutos, apareceu na grande área e finalizou, para defesa sem maiores sustos de Gustavo. Pouco depois, aos 23, Edilson arriscou o chute forte em cobrança de falta, e a bola passou por cima do travessão.

Satisfeito com o resultado, o Avaí se fechou no campo de defesa depois de meia hora de segundo tempo, enquanto o Sampaio Corrêa esboçou uma pressão em busca do empate. Dione, aos 31 minutos, cobrou falta com força, e a bola passou perto do ângulo esquerdo de Gledson. Aos 33, Eloir aproveitou bate-rebate após cobrança de escanteio e tentou a finalização de primeira, mas não teve sucesso na tentativa. A última chance tricolor aconteceu aos 45: Mailson recebeu na grande área, tentou a finalização e foi travado pela defesa do Avaí, que garantiu a vitória no Castelão.

FICHA TÉCNICA

SAMPAIO CORRÊA: Gustavo; Luis Gustavo, Flávio Boaventura, Paulo Sérgio e Marlon; Léo Costa (Eloir), Vinícius Kiss e Marcinho (Dione); Pimentinha (Robson Duarte), Roney (Mailson) e Caio Dantas. Treinador: Léo Condé

AVAÍ: Glédson; Edílson, Betão, Alan Costa e Iury; Jean (Luan Silva), Pedro Castro e Valdívia (Renatinho); Getúlio (Fagner Alemão), Gaston Rodriguez (Ronaldo Silva) e Rômulo (Vinicius Leite). Treinador: Claudinei Oliveira

Leia outras notícias em ImiranteEsporte.com. Siga, também, o Imirante no Twitter, Instagram, curta nossa página no Facebook e se inscreva no nosso canal no Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do WhatsApp pelo telefone (98) 99209-2383.

© 2019 - Todos os direitos reservados.