Série B

Sampaio Corrêa se impõe no Castelão, vence o Figueirense e sobe para o nono lugar da Série B

Tricolor está invicto há seis partidas na Segundona e já mira a zona de acesso para a Primeira Divisão.
Gustavo Arruda / Imirante Esporte14/10/2020 às 21h54
Sampaio Corrêa se impõe no Castelão, vence o Figueirense e sobe para o nono lugar da Série BCaio Dantas comemora: o Sampaio Corrêa venceu o Figueirense no Castelão e subiu na classificação da Série B. (Lucas Almeida / L17 Comunicação / Sampaio Corrêa FC)

SÃO LUÍS - Do fundo do poço da zona de rebaixamento, como lanterna isolado, a uma impressionante série invicta e ao sonho do G4. A arrancada do Sampaio Corrêa no Campeonato Brasileiro Série B ganhou mais um feliz capítulo para a torcida tricolor na tarde desta quarta-feira (14): em duelo atrasado da quarta rodada da Segundona, a Bolívia Querida teve mais uma atuação dominante no Estádio Castelão, derrotou o Figueirense por 3 a 0, sem maiores sustos, e completou seis jogos sem derrotas na competição nacional, com cinco vitórias e um empate nesse período.

Mesmo poupando alguns titulares por causa da maratona de jogos na Série B, o Sampaio Corrêa dominou o Figueirense e abriu o placar aos 25 minutos do primeiro tempo: após grande jogada de Roney pela esquerda, a bola sobrou para o zagueiro Flávio Boaventura, que chutou firme e fez o primeiro gol tricolor. Na etapa final, a pressão do Tubarão foi premiada com o artilheiro Caio Dantas, que marcou o segundo gol em cobrança de pênalti aos 10 minutos, e Jackson, aproveitando um contragolpe rápido e fechando o placar aos 48 minutos.

Com a quarta vitória consecutiva na Série B, o Sampaio Corrêa chegou aos 20 pontos em 13 partidas, pulou para a nona posição e já mira o G4 da Segundona: a distância para o quarto colocado América Mineiro é de seis pontos, mas o Tricolor tem dois jogos a menos que o Coelho. Já o Figueirense, que conquistou 14 pontos em 15 jogos, está em 18º lugar, na frente apenas de Cruzeiro e Oeste.

Embalado, o Sampaio Corrêa volta a campo na noite deste domingo (18), às 20h30, para enfrentar o Paraná no Estádio Durival Britto. A partida, válida pela 16ª rodada da Série B, terá transmissão da rádio Mirante AM e cobertura completa do Imirante Esporte. Antes disso, no sábado (17), o Figueirense encara o Brasil de Pelotas no Estádio Bento Freitas, a partir das 18h30.

O jogo

Como de hábito nas partidas disputadas no Castelão, o Sampaio Corrêa tomou a iniciativa diante de um desfalcado Figueirense, mas os catarinenses se fecharam bem no início de jogo e ainda tiveram a primeira oportunidade de gol aos seis minutos: após grande jogada individual, Bruno Michel demorou na hora da finalização e foi travado pela defesa tricolor.

O susto acordou o Sampaio Corrêa, que voltou ao campo de ataque e pressionou o Figueirense em busca do primeiro gol. Pimentinha, aos 18 minutos, invadiu a grande área após passe de Luis Gustavo e arriscou o chute cruzado, que bateu em cima de Brunetti e saiu pela linha de fundo. A insistência do Tubarão foi premiada aos 25: após Roney fazer bela jogada pela ponta esquerda e chutar para grande defesa de Sidão, a bola sobrou para Flávio Boaventura, que chutou firme e abriu o placar pela Bolívia Querida.

Mesmo em vantagem, o Sampaio Corrêa não tirou o pé e levou perigo aos 32 minutos, com Marlon, que arriscou o chute de fora da área e obrigou Sidão a espalmar a bola para a lateral. Já na reta final do primeiro tempo, Roney acertou o travessão aos 41 minutos, após cobrança de falta ensaiada de Marcinho, e parou na trave aos 47, em finalização na entrada da grande área.

Sampaio mantém domínio e confirma vitória no Castelão

Diante de um Figueirense com pouca inspiração ofensiva, o Sampaio Corrêa voltou para o segundo tempo disposto a ampliar a vantagem. Caio Dantas, aos três minutos, recebeu passe na entrada da área e chutou torto, para fora. O artilheiro, entretanto, teria sua redenção aos nove minutos: após ser derrubado por Pereira na grande área, Caio Dantas cobrou pênalti com categoria e anotou o segundo gol da Bolívia Querida no Castelão.

Com 2 a 0 no placar, o Sampaio Corrêa diminuiu a agressividade no campo de ataque, mas continuou criando chances, já que o Figueirense, mesmo no prejuízo, sofria para criar oportunidades. Aos 12 minutos, Pimentinha passou pela marcação e chutou, parando em mais uma defesa de Sidão.

Totalmente à vontade, o time do Sampaio Corrêa apenas trocou passes no meio-campo e esperou o tempo passar, já que o Figueirense não ameaçava. Já aos 48 minutos, o Tricolor aproveitou o erro da defesa do Figueira e marcou o terceiro gol: após roubada de bola no meio-campo, Daniel Penha deu um passe na medida para Jackson, que bateu na saída de Sidão e fechou o placar para o Sampaio no Castelão.

FICHA TÉCNICA

SAMPAIO CORRÊA: Gustavo; Luis Gustavo, Flávio Boaventura, Paulo Sérgio e Marlon; André Luiz, Eloir (Ferreira) e Marcinho (Robson); Pimentinha (Diego Tavares), Roney (Daniel Penha) e Caio Dantas (Jackson). Treinador: Léo Condé

FIGUEIRENSE: Sidão; Patrick, Pereira, Brunetti e Sanchez; Elyeser (Geovane), Arouca (Lucas Henrique) e Guilherme (Gabriel Lima); Bruno Michel (Nicholas), Everton Santos (Davi Kuhn) e Alecsandro. Treinador: Rafael Rodrigues

Leia outras notícias em ImiranteEsporte.com. Siga, também, o Imirante no Twitter, Instagram, curta nossa página no Facebook e se inscreva no nosso canal no Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do WhatsApp pelo telefone (98) 99209-2383.

© 2019 - Todos os direitos reservados.