Série B

Sampaio Corrêa bate o Botafogo (SP) e conquista terceira vitória consecutiva na Série B

A Bolívia Querida chegou aos 17 pontos e ocupa agora a 14ª posição da Segundona.
Gustavo Arruda / Imirante Esporte11/10/2020 às 23h55
Sampaio Corrêa bate o Botafogo (SP) e conquista terceira vitória consecutiva na Série BEm grande fase, o Sampaio Corrêa venceu o Botafogo-SP no Castelão. (Lucas Almeida / L17 Comunicação / Sampaio Corrêa FC)

SÃO LUÍS - Vivendo o seu melhor momento na temporada, o Sampaio Corrêa conquistou, na noite deste domingo (11), a terceira vitória consecutiva no Campeonato Brasileiro Série B. Em partida válida pela 15ª rodada da Segundona e disputada no Estádio Castelão, a Bolívia Querida teve mais uma atuação eficiente, derrotou o Botafogo-SP por 2 a 0 e chegou aos cinco jogos sem derrotas na competição nacional, com quatro vitórias e um empate nessa série invicta.

Diante de um Botafogo que não dava muitos espaços, o Sampaio Corrêa teve que ser paciente e apostar as suas fichas na habilidade de Pimentinha: aos 32 minutos do primeiro tempo, o atacante passou pela marcação da equipe de Ribeirão Preto e serviu Caio Dantas, que cabeceou livre e abriu o placar no Castelão. Na etapa final, a Bolívia Querida sofreu com os avanços da Pantera, mas se segurou bem e fechou o placar aos 41 minutos, com um belo chute de Diego Tavares e a colaboração do goleiro Darley.

Com a vitória no Castelão, o Sampaio Corrêa chegou aos 17 pontos em 12 partidas e subiu para a 14ª colocação da Série B, abrindo três pontos de vantagem para o Figueirense, primeira equipe na zona de rebaixamento. Já o Botafogo, com 14 pontos, está na 16ª posição da Segundona, levando vantagem sobre Figueirense e Guarani no número de vitórias.

Embalado pelas três vitórias seguidas, o Sampaio Corrêa volta a jogar pela Série B na tarde desta quarta-feira (14), às 16h, diante do Figueirense, no Estádio Castelão. A partida, válida pela quarta rodada da Segundona, foi adiada devido aos casos positivos de coronavírus no elenco da Bolívia Querida em agosto e terá transmissão da rádio Mirante AM, além da cobertura completa do Imirante Esporte. O Botafogo-SP, por sua vez, encara o América Mineiro na próxima sexta-feira (16), às 19h15, no Estádio Santa Cruz, em Ribeirão Preto.

O jogo

Assim que a bola rolou no Castelão, ficou claro o posicionamento das duas equipes: enquanto o Sampaio Corrêa avançou suas linhas, o Botafogo ficou no campo de defesa. A Pantera, entretanto, teve a primeira grande oportunidade de gol aos três minutos, com Bady, que recebeu cruzamento de Ronald e finalizou para fora. O Sampaio Corrêa respondeu aos seis minutos, com Pimentinha recebendo na ponta direita e arriscando o chute da entrada da área, para grande defesa de Darley.

Com o passar do tempo, o Sampaio Corrêa valorizou a posse de bola e manteve a marcação no campo de ataque, forçando erros do Botafogo. A Bolívia Querida, entretanto, encontrou dificuldade para trocar passes e criar chances efetivas diante da Pantera, que encaixou bem o sistema defensivo.

Sem conseguir avanços nas trocas de passes, o Sampaio Corrêa apostou na individualidade e foi premiado por isso. Aos 32 minutos, Pimentinha passou pela defesa do Botafogo na grande área, chutou cruzado, e Caio Dantas, bem posicionado, desviou de cabeça, sem chances para Darley. Mesmo em vantagem, o Tubarão não diminuiu o ritmo: Roney, aos 44, avançou pela ponta esquerda, invadiu a área e chutou para fora.

Botafogo melhora, mas Sampaio se segura e garante vitória no fim

Animado pela boa atuação no primeiro tempo, o Sampaio Corrêa manteve o ritmo na etapa final. Logo aos seis minutos, Roney fez um cruzamento na medida para Caio Dantas, que cabeceou sozinho na grande área, mas mandou a bola para fora. Sem muita criatividade, o Botafogo só respondeu aos 16, em finalização de longa distância de Ferreira, que mandou a bola por cima do gol.

Depois da pressão inicial, o Sampaio Corrêa diminuiu o ritmo, e o Botafogo cresceu na partida. Aos 23 minutos, Vinícius Tanque recebeu cruzamento na grande área e finalizou de voleio, mas Gustavo se esticou todo, fez uma grande defesa e evitou o golaço da Pantera no Castelão.

O lance animou o Botafogo, que se lançou todo ao ataque, enquanto o Sampaio Corrêa esperava o momento certo para encaixar o contragolpe. Matheus Anjos, aos 36, arriscou a finalização em cobrança de falta, e a bola passou perto do ângulo direito de Gustavo. Já aos 39, Matheus Anjos teve uma nova oportunidade após receber passe de Judivan na grande área, mas Daniel Felipe, atento, travou a finalização do jogador da Pantera. Depois desses sustos, o Sampaio matou o jogo aos 41 minutos, com Diego Tavares, que recebeu passe na ponta direita, arriscou o chute e contou com a colaboração de Darley para decretar o triunfo do Tubarão.

FICHA TÉCNICA

SAMPAIO CORRÊA: Gustavo; Joazi, Joécio, Daniel Felipe e João Victor (Marlon); André Luiz, Vinícius Kiss (Ferreira) e Marcinho (Eloir); Pimentinha (Diego Tavares), Roney e Caio Dantas (Jackson). Treinador: Léo Condé

BOTAFOGO-SP: Darley; Valdemir, Jordan (Walisson Maia), Robson e Guilherme Romão; Elicarlos (Judivan), Victor Bolt (Ferreira), Luketa (Matheus Alessandro) e Bady (Matheus Anjos); Ronald e Wellington Tanque. Treinador: Claudinei Oliveira

Leia outras notícias em ImiranteEsporte.com. Siga, também, o Imirante no Twitter, Instagram, curta nossa página no Facebook e se inscreva no nosso canal no Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do WhatsApp pelo telefone (98) 99209-2383.

© 2019 - Todos os direitos reservados.