Segundinha Maranhense

Pinheiro empata com o Chapadinha e conquista título da Segundinha Maranhense

Com gol decisivo nos acréscimos, o PAC garantiu o retorno à elite estadual após 25 anos de ausência.
Gustavo Arruda / Imirante Esporte04/11/2018 às 19h09
Pinheiro empata com o Chapadinha e conquista título da Segundinha MaranhenseO Pinheiro Atlético Clube é o campeão do Campeonato Maranhense Série B de 2018. (Divulgação)

SÃO LUÍS – Em uma decisão emocionante, disputada na tarde deste domingo (4), no Estádio Castelão, o Pinheiro Atlético Clube garantiu o inédito título do Campeonato Maranhense Série B e está de volta à elite estadual depois de 25 anos. O PAC sofreu com a pressão do Chapadinha, que abriu dois gols de vantagem ainda no primeiro tempo, mas buscou o empate por 2 a 2 nos últimos minutos de jogo e conquistou o troféu da Segundinha, já que venceu o primeiro jogo da final por 2 a 1.

O Pinheiro garantiu o título da Segundinha Maranhense de forma invicta, com quatro vitórias e quatro empates em oito jogos. Segundo colocado na fase de classificação da divisão de acesso, o PAC eliminou o Timon nas semifinais, após disputa de pênaltis, e conquistou o Estadual diante do Chapadinha, que tinha a melhor campanha do torneio.

Com o título da Segundinha Maranhense, o Pinheiro confirmou presença na primeira divisão do Estadual, competição que não disputa desde 1993. Além disso, o PAC garantiu classificação para a Copa FMF, torneio que definirá o segundo representante do Maranhão no Campeonato Brasileiro Série D em 2019 e contará com outras quatro equipes: Maranhão Atlético, Cordino, Santa Quitéria e São José de Ribamar.

O jogo

Precisando de uma vitória simples para ser campeão, já que tinha a vantagem do empate no placar agregado da final por ter melhor campanha, o Chapadinha foi para cima do Pinheiro e abriu vantagem logo aos seis minutos, com Jonas Piu-Piu. Aos 27, o Galo da Chapada marcou o segundo gol com Kaká.

Pressionado, o Pinheiro foi ao ataque e descontou o prejuízo antes do intervalo, com Juninho Pindaré. Na etapa final, diante de um Chapadinha recuado, o PAC aumentou a pressão, criou várias chances e foi premiado nos acréscimos: aos 48 minutos, Neto fez o cruzamento na medida para Diego, que não desperdiçou a chance, deixou tudo igual no Castelão e decretou o título do Búfalo da Baixada.

Leia outras notícias em ImiranteEsporte.com. Siga, também, o Imirante no Twitter, Instagram, curta nossa página no Facebook e se inscreva no nosso canal no Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do WhatsApp pelo telefone (98) 99209-2383.

© 2018 - Todos os direitos reservados.